Destaques

domingo, outubro 01, 2006

Motivos para comemorar

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Na apuração parcial, com quase todos os votos apurados (99%), há motivos pra comemorar. Ficaram de fora na disputa do Congresso por São Paulo:

Dra. Havanir 10 mil (PSDB)
Delfim Neto 34 mil (PMBD)
Luiz Antonio Fleury 67 mil (PTB)
Prof. Luisinho 57 mil (PT)
Angela Guadagnin 36 mil (PT)
Vicente Cacione 24 mil (PTB)
Medeiros 70 mil (PL)

Na Bahia, Jacques Wagner (PT) foi eleito em primeiro turno contra todas as pesquisas, e João Durval (PDT), pai do prefeito de Salvador João Henrique, foi eleito senador. O carlismo, porém, sobrevive com ACM Neto deputado mais votado. Terá de lidar com minoria no legislativo estadual.

Roseana Sarney foi levada a segundo turno com JAckson Lago (PDT) da coligação MAranhão Livre.

Comente com seu motivo pra comemorar.

3 comentários:

Olavo disse...

Afanásio Jazadji também está fora!

Estou aguardando o Nicolau, organizador do bolão, fazer a contabilidade. Mas eu acho que estou fora.

Marcão disse...

Votei na petista Ana Perugini para deputada estadual e ela se elegeu. Oriunda do Movimento dos Sem-Terra e mulher do prefeito de Hortolândia, Ana protagonizou uma vitória histórica sobre o maior cacique tucando de sua região, o ex-prefeito Jair Padovani. Com isso, a reeleição de Ângelo Perugini em Hortolândiá já é vista como favas contadas.

Jair Bernardes Jr. disse...

O Rigotto está fora da disputa aqui no sul. Ganhando o Olívio ou a Yeda, ganha o estado. Ninguém pior que o Rigotto, que entrou no governo 'no susto' e 'no susto' saiu.
Abraços.