Destaques

quinta-feira, julho 17, 2008

O rebolado de Shakira contra as Farc

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Foto: Divulgação
A cantora colombiana Shakira anunciou que participará de uma manifestação no povoado de Letícia, próximo à fronteira entre Colômbia, Brasil e Peru. O motivo do protesto é pela libertação dos reféns das Forças Armadas Revolucionárias de Colombia - Exército do Povo (Farc-EP).

As atividades estão marcadas para o próximo domingo, 20, nas comemorações da independência colombiana. Ela deve cantar depois de um desfile militar que celebra a independência. Segundo a assessoria de imprensa da cantora, ela gravava um novo disco em Londres, e interrompeu o processo a pedidos do presidente Alvaro Uribe. No início do mês, ela participou do Rock in Rio Madri. Luiz Inácio Lula da Silva e Alan García, presidentes do Brasil e do Peru, também confirmaram presença.

Engajada socialmente, a cantora mantém a Fundación Pies Descalzos, para ajudar crianças pobres do mundo. Em fevereiro, ela chegou a vencer um sutiã por US$ 3 mil no site eBay.

2 comentários:

Anônimo disse...

Não vejo a mesma comoção e a mesma solidariedade destinadas a Ingrid Betancourt - provável nova gerente de ianques e europeus na América do Sul - e a outros seqüestrados das FARC em comparação com o drama do jovem Omar Khadr, cujas evidências de que fora torturado ainda na adolescência na base de Guantánamo vieram à tona essa semana com a divulgação de um vídeo.

Unknown disse...

Talvez se Shakira fizesse o mesmo pela própria Ingrid Betancourt muita gente acharia isso um desrespeito. Mas agora que ela foi libertada, parece que virou várzea...