Destaques

quinta-feira, julho 08, 2010

Serra ensina como se forma "o homem público mais preparado do país"

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

O debate eleitoral não começou de verdade, mas já chegou às propostas. Ou melhor, à falta delas. A oposição ao governo federal reclama do programa petista registrado junto à Justiça Eleitoral – alcunhado de "radical" pela imprensa – por conter críticas à mídia, defender o direito ao aborto e outras medidas, digamos, progressistas.

Os apoiadores da candidata petista lamentam que José Serra tenha feito um condensado de discursos para inscrever como plano de governo no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Com todas as generalidades que um discurso pode conter, mostra um centralismo preocupante na condução do governo, além de dizer muito pouco sobre o que seria uma eventual gestão tucana.


Foto: Luiz Xavier/Agência Câmera
Nesse imbróglio, O Estado de S.Paulo publica nesta quinta-feira, 8, "Curso intensivo em Serrismo", aplicado ao vice, Indio Costa, tão logo ele foi nomeado. O texto de Christiane Samarco merece uma leitura, entre outros motivos porque revela uma promessa do candidato tucano ao colega de chapa: "Vou fazer de você o homem público mais preparado do país".

A cartilha para isso começa com a leitura de quatro livros de Serra, ou melhor, três de autoria do tucano e um livro-entrevista (Ampliando o Possível, Orçamento no Brasil, de 1994, Reforma Política no Brasil, de 1993, Sonhador que Faz, de 2001).

Além de entregar em mãos exemplares da obra, o texto informa que, no dia seguinte, assessores do candidato entregaram ao vice cópias de transcrições de discursos de Serra.

E, pelo que a própria crônica relata, parece estar havendo chamada oral: "Nos três dias que passou em São Paulo, Índio foi dormir às 5 da manhã, depois de intermináveis reuniões, e levantou-se por volta de 7h30".

Assim, ao que parece, ser "o homem público mais preparado do país" começa por ler tudo sobre Serra. Depois, envolve ler mais um pouco sobre ele. Por fim, mais contato com o tucano.

Viva a modéstia. Mas ele poderia ter sugerido seis livros publicados por ele. Foi bonzinho.

4 comentários:

Nicolau disse...

Rapaz, o ego do moço não é pequeno... Tá certo que até convém o vice saber um pouco das ideias do tucano - ou da linha de discurso vazio que ele usa para esconder essas ideias. Mas isso naõ faz de ninguém o "mais preparado" em cois nenhuma.

Priscilla disse...

Vocês saberiam me dizer onde tenho acesso aos textos dos programas dos candidatos na íntegra?
Obrigada

A disse...

o "FUTE__CA" é bom demais... o "PO" eu acho um pouco viesado pra propaganda de esquerda (mas longe de mim querer censurar vcs, é só a opinião)... parabéns pelo trabalho, adoro o blog!

Anselmo disse...

Priscilla,
Tecnicamente, a informação foi apresentada junto ao pedido de registro de candidaturas no TSE, mas isso não éexatamente fácil de ser localizado no site.
Além do quê, enquanto Serra apresentou trechos de discurso, Dilma apresentou uma errata nas propostas. E é a partir disso q o post começa.

Em relação ao comentário de A., a gente anota a crítica e tenta melhorar.

Mas no quem escreve consta lá que "Na política, sem tanta homogeneidade, todos pendem para a esquerda".

Além do mais, opinião nos comentários é sempre bem-vinda quando é emitida da forma como vc fez, de maneira respeitosa.