Destaques

sábado, outubro 29, 2011

Força, presidente

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Foi divulgada neste sábado a notícia de que o ex-presidente Lula teve diagnóstico de câncer na laringe.


Sem alarmismo, parece ser um tumor pequeno e que será tratado com quimioterapia, com o estado geral de saúde do presidente considerado "muito bom".

Embora quem, como eu, que vivenciou o período de doença do presidente Tancredo Neves, sempre desconfie de boletins médicos oficiais.

Mas mais que repercutir essa notícia, como fará a imprensa no mundo todo, prefiro lembrar uma cena que presenciei do ex-presidente em relação ao futebol. Que é pequena, mas revela um pouco de sua personalidade.

Era semifinal da Copa do Mundo de 1998, Lula perdera as eleições de 1994 e caminhava para nova derrota para Fernando Henrique Cardoso dali a poucos meses.

Foi convidado a assistir a partida no Café dos Bancários, do Sindicato dos Bancários de São Paulo. Assistiu ao jogo rodeado pela imprensa, torcendo contidamente.

Ao final, com a vitória brasileira contra a Holanda, a assessoria sugeriu para que Lula vestisse a camisa do Brasil em comemoração e para aparecer nas fotos dos jornais.

A reação do candidato: "Não, não vesti até agora e não vou ser oportunista de colocar a camisa só na hora da vitória".

Depois, é história.

Venceu as eleições em 2002 e mudou a cara do Brasil com a persistência de quem não se deixa levar pelo que querem os poderosos e a grande imprensa (nem os assessores) e ajudou o País a ser um pouco menos injusto.

Com a notícia da doença, fica o voto: força, Lula.

6 comentários:

Karin disse...

Que texto bonito!

Anselmo disse...

vai, Lula!

Moriti disse...

vai, Lula! (2)

Leandro disse...

Vai, Lula! (3)

Maurício Ayer disse...

Ainda bem que vocês estão dizendo "Vai, Lula!". Em outros lugares estarão dizendo "Agora vai, Lula!".

Força, Lula. (2)

Unknown disse...

Força, Lula. (3)