Destaques

quarta-feira, dezembro 26, 2007

Magrão não aprende

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Errar é humano, insistir no erro é burrice. E cometer o mesmo erro pela terceira vez, o que é, então?

A situação descrita acima se aplica ao volante Magrão. Aquele, que começou no São Caetano.

Quando ele era atleta do Palmeiras, foi um dos principais ídolos da torcida verde. E merecidamente. Além da qualidade técnica (sim, ele tem isso), Magrão se destacava pela valentia, identificação com a torcida, parecia mesmo um torcedor em campo.

Em 2004, numa entrevista, Magrão cometeu seu primeiro erro. Declarou com todas as letras que jamais jogaria pelo Corinthians. "Sempre fui palmeirense, mas jamais desrespeitei outros clubes. O maior rival do Palmeiras é o Corinthians. São Paulo e Santos nem tanto, poderia jogar numa boa. Já no Corinthians, o torcedor do Palmeiras ficaria magoado", disse o volante, empolgado com seu posto de ídolo no Parque Antarctica.

Meses depois, como se sabe, Magrão foi anunciado como reforço do Corinthians.

E tratou se fazer seu filme com a Fiel agindo exatamente da mesma forma. Ao invés de somente jogar seu futebol - que tem qualidade, repito - gastou tempo falando da identificação com a garra corintiana, que se sentia um verdadeiro torcedor de arquibancada, que seu coração era alvinegro e blablabla.


Agora Magrão está no Inter de Porto Alegre. E vejam o que ele fala ao site oficial do clube:

“Vim para o Inter porque me identifiquei com a massa colorada". E ao falar das tatuagens que tem pelo corpo, acrescenta: "Estou me sentindo muito bem aqui no Beira-Rio. Talvez faça uma tatuagem para eternizar este momento".

Mais uma vez ele faz, para ser bem claro, papel de bobo. É bonito um jogador que se identifica com sua torcida, é claro - os são-paulinos sabem bem como isso funciona, já que o caso Rogério Ceni é um dos únicos dos dias atuais. Mas tem que ser bem tonto pra entrar nessa cantilena no atual mundo do futebol, dinâmico como poucos.

Sinceramente, torço para que Magrão faça a tatuagem e depois receba uma proposta irrecusável do Grêmio.

8 comentários:

MACFA disse...

"Além da qualidade técnica (sim, ele tem isso), Magrão..."

Nada como o espírito natalino.

HoHoHoHo!!!!!

Klaus Richmond disse...

É um fanfarrão!! Ele tem muito amor sim, mas ao dinheiro!! Evoluiu muito, contudo, ainda é um brucutu de 1ª!! Só poderia jogar no Sul mesmo!! Nada contra, é claro!! Mas todos sabemos: futebol força é no Rio Grande do Sul!! Abração e passa lá no meu!!

Glorioso Alvinegro (www.gloriosoalvinegro.blogger.com.br)

Wmack disse...

Além destes desvios apresentados pelo texto, o Magrão não agrada como jogador. Lembro-me bem quando agrediu o Leandro do São Paulo simplesmente porque este havia dado um drible.
Deve aprender a ficar calado ..

boca disse...

Veja Magrão na Wikipédia:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Eufemismo

denis disse...

Muito bom o texto. Consegue através dele transmitir o que provavelmente seja o pensamento da maioria. Tá certo que pagamos ingressos, choramos, sofremos... Mas pera aí, não somos burros! hehe

Parabéns pelo blog. Começarei a frequentar.

www.baleiao.blogspot.com

Abraços.

raybanoutlet001 disse...

los angeles lakers
adidas nmd
raiders jerseys
gucci outlet
adidas nmd
oklahoma city thunder jerseys
true religion jeans
nike store uk
birkenstocks
hugo boss outlet

Stjsrty Xtjsrty disse...

zzzzz2018.6.21ray ban sunglasses
ralph lauren uk
yeezy
michael kors
adidas nmd runner
jimmy choo outlet
ecco shoes
basket nike femme
pandora jewelry
jordan shoes

ww we w disse...

michael kors sale
pandora bracelet
jordan shoes
yeezy boost 350 v2
golden goose
converse shoes
supreme hoodie
hermes birkin
golden goose sneakers
yeezy boost