Destaques

quinta-feira, janeiro 20, 2011

Fominhas 3 x São Bernardo 0

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Por Moriti Neto

Sem centroavante e com um ataque, a princípio, individualista. Foi assim que o São Paulo venceu o São Bernardo, por 3 x 0, na noite desta quarta-feira, no Morumbi, pela segunda rodada do Campeonato Paulista. De inusitado, ao menos para este escriba, a boa atuação do caçula do time vindo da cidade que forjou o maior político da história deste país e os autores dos gols da vitória são-paulina: Dagoberto, Marlos e Fernandinho. São jogadores velozes, com boa dose de habilidade, mas que carregam demais a bola e dificilmente sabem o momento certo para definir um lance.

O jogo

Com as ausências dos cinco garotos que estão na seleção brasileira sub-20, que disputa o sul-americano da categoria, principalmente Casemiro e Lucas, e poupando Fernandão, Paulo César Carpegiani escalou um time pouco marcador. Na defesa, Alex Silva e Miranda protegiam a meta de Rogério Ceni. Pelos lados, apareciam a dupla Jean e Juan (não, não é sugestão de trocadilho inspirado na música sertaneja). Rodrigo Souto fazia a cobertura da esquerda, Cléber Santana da direita, Ilsinho e Carlinhos Paraíba eram responsáveis pela criação nos lados do campo e Marlos ficava na frente, junto com Dagoberto.

No bom primeiro tempo, logo aos 4 minutos, Dagoberto, completando jogada de Marlos, anotou de canela: 1 x 0. A equipe tocava bem a bola, fazia tabelinhas, jogava pelos lados e arriscava vários chutes de fora da área. Controlando o ritmo da partida, o São Paulo ampliou com Marlos, aos 41, depois de cruzamento feito por Ilsinho, e fez jus ao resultado parcial de 2×0. Dagoberto ainda quase marcou um golaço ao arrancar no ataque e tocar por cobertura. A bola raspou a trave.

Começou a segunda etapa e a peleja ganhou ritmo diferente. O São Bernardo foi para cima, jogando um futebol vistoso. O mandante só não tomou o gol graças ao trabalho de Ceni, Alex Silva e Miranda. Assim, Carpegiani começou a mexer na equipe e colocou Fernandinho no lugar de Ilsinho. E o atacante, aos 31, foi autor do terceiro gol, numa bela jogada dentro da área. Depois, entraram Xandão e Fernandão, nos lugares de Cléber Santana – que saiu muito vaiado – e Dagoberto.

Decidido o resultado, o São Paulo voltou a dominar a partida, mas não teve o mesmo ímpeto em atacar de forma aguda como mostrado na etapa inicial. O Tricolor jogou muito bem o primeiro tempo e emperrou um pouco no segundo. Parece que vai pegando ritmo, mas, sinceramente, não consigo me empolgar com o meio de campo lento formado por Rodrigo Souto e Cléber Santana.


Apesar da goleada, o São Bernardo surpreendeu e mostrou qualidades. Pode despontar entre os pequenos neste estadual. Contudo, surpresa mesmo foi ver os três tentos da partida marcados por caras que, costumeiramente, carregam tanto a bola que dão impressão de quem vai exceder os limites das quatro linhas com a redonda. Ontem, só deu fominha balançando as redes.

2 comentários:

ageu disse...

Sampaulinos, esses insaciáveis!

Marcão disse...

Hahahahahaha!