Destaques

segunda-feira, abril 04, 2011

Niquinha!

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

No "Almanaque de Cultura Popular Brasil - Todo dia é dia", de Elifas Andreato e João Rocha Rodrigues (Ediouro, 2009), a data 14 de janeiro, "Dia do treinador de futebol", é ilustrada com uma historinha do folclórico João Avelino (foto), sobre quem fiz um post na época de sua morte, há pouco mais de quatro anos. Em 1986, quando ele treinava o América de Rio Preto, encheu o vestiário do time com velas e imagens de santos. Foi quando recebeu a visita do empresário J. Hawilla, que havia assistido a Copa do Mundo no México.

" - Pô, João, você é muito antiquado. Acabei de acompanhar a seleção argentina, campeã do mundo. O técnico Carlos Bilardo mostrou que os jogos devem ser ganhos com a modernidade. Aí eu entro no vestiário do meu time e vejo você com velas. Tenha dó!

Avelino abraçou Hawilla e perguntou:

- Quem é mesmo o número dez do Bilardo?

- O Maradona.

- Pois é. O meu é o Niquinha. O Niquinha!"

2 comentários:

Anselmo disse...

exagero. o niquinha não era nenhum maradona, mas o último jogo vencido por intervenção de santo foi um em que frei galvão teria entrado em campo, lá nos idos de 1800... antes mesmo de charles miller desembarcar.

tudo bem, a fonte não é lá fidedigna.

Jian Zhuo disse...

fitflops
pandora jewelry
ugg australia
kate spade outlet
uggs
coach factory outlet
kevin durant shoes
north face jackets
ray ban sunglasses outlet
gucci outlet
20161130