Destaques

quarta-feira, setembro 18, 2013

Seis motivos para investir em reportagem

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

A Agência Pública realiza, até dia 21 de setembro, uma campanha para levantar R$ 47,5 mil para financiar o projeto Reportagem Pública. As valentes Natália Viana e Marina Amaral comandam a ação de crowdfunding, para juntar o recurso necessário para custear 10 microbolsas que permitam que jornalistas realizem reportagens sobre temas variados. São coberturas que, se não existirem por uma iniciativa como essa, de uma organização social desvinculada de empresas privadas e mesmo de órgãos de governo, dificilmente poderiam entrar na pauta.

Por meio da plataforma de crowdfunding Catarse, qualquer dois reais são bem-vindos. Mas todos que injetarem R$ 20 ou mais transformam-se em corpo editorial da Agência Pública, tendo direito a voto entre os concorrentes.

Pensando em meios objetivos de poupar R$ 20 ou mais e mantendo uma tradição do Futepoca, listamos:

6 motivos para apoiar a Reportagem Pública

Com 3 cervejas ou mais, ajudo a revelar malfeitos dos governos
1 cerveja no bar = R$ 6,50 ou mais
Condução questionável das obras de hidrelétrica já mudam a realidade do rio Santo Antônio, em Rondônia. Na hora de criar um bem-vindo corredor de ônibus expresso com a Zona Oeste, a prefeitura do Rio derrapou na Transoeste. Se deixar para a velha mídia investigar, só alguns alvos são escolhidos de cada vez. Certamente vão surgir denúncias de erros de gestão e outros mal-feitos de órgãos e instituições públicas. Criticar também ajuda a cobrar melhorias.

Com 5 cafés ou mais, ajudo a cobrar um legado melhor da Copa
1 café chique = R$ 3,00 ou mais
Com os campeões da periferia em São Paulo ou com a revitalização da Lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte (MG), o tema da Copa do Mundo e seu legado está quicando na área. Certamente não serão poucas as propostas de pauta tendo o megaevento esportivo como cerne. Ainda que a Copa seja um momento e tanto para a vida dos brasileiros, torcer (também) por melhores legados é sempre bom.

Com 4 cachaças ou mais, ajudo a desmoralizar a Globo e a velha mídia
1 doses de cachaça artesanal no bar = R$ 5,00 ou mais
Se tem rolo entre quem vende e quem compra direito de transmissão da Copa do Mundo, se a crise da velha mídia gritante, há história para se contar. Como empresa nenhuma toparia pagar para alguém apurar essas mazelas, quem sobra?

Com 2 comerciais/PFs ou mais, ajudo a denunciar a violência contra a mulher
1 PF no restaurante ao lado da firma = R$ 12,00 ou mais
As marcadas para morrer e as vítimas ao parir a vida são mulheres, alvo de violência. Mesmo assim, nem sempre são visíveis como deveriam.

Com 10 passagens de ônibus ou mais, ajudo a descobrir onde está o Amarildo
1 passagem de ônibus em Brasília = R$ 2,00 ou mais
Desaparecido na Rocinha desde 14 de julho, Amarildo de Souza, ajudante de pedreiro, é símbolo dos questionamentos às Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) no Rio de Janeiro. Entre o "suspeito de tráfico de drogas" e o "homem desaparecido", demora até saber que se trata de um dos 12 filhos de uma mãe; do marido de casamento de 20 anos; do do pai de seis... Alguém precisa contar.

Com 5 dúzias de banana, ajudo a protestar contra o latifúndio
1/2 dúzia de banana = 1 kg = R$ 2,00
Criticar a forma como a reforma agrária chegou ou denunciar o trabalho escravo no campo. Saúde do trabalhador também tem a ver com produção de cana-de-açúcar para fazer etanol. Poderia haver menos riscos e menos exposição a doenças.

Para apoiar a Reportagem Pública, basta acessar catarse.me/pt/reportagempublica.

O Futepoca já fez a sua doação em dinheiro de uma boa quantidade de cervejas.

1 comentários:

Anônimo disse...

crowfunding esta é velha kkkkk vamos pensar naquela estória de pirâmide invertida é mais jogo kk