Destaques

sexta-feira, setembro 20, 2013

Trago seu amor em 7 copos

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

POR ELVIS CAMPELLO, de O Bar Virtual


Só que sem a azeitona, faça-me o favor.


Tome um chá quente por 3 motivos: Para você se acalmar, se recompor da ressaca e para queimar sua língua. Isso mesmo, queimar a sua língua! Quem sabe assim ela fica mais lenta que a sua cabeça e você passe a pensar antes de falar.

Chame uma amiga para tomar uma cerveja e conversar; pois mulheres entendem melhor umas as outras, muito mais que os homens possam entendê-las. Explique o que houve e peça conselhos para consertar o que você fez! Ouça com atenção se você quiser realmente reverter a situação.

Descanse, processe os conselhos passados pela sua amiga e somente quando se sentir seguro, ligue para o seu amor. Para não ficar encarando o telefone sem coragem de discar, tome uma cachaça! Não se intimide em virá-la na boca de uma só vez, este não é o momento para ficar analisando os aromas da cachaça, tentando descobrir “notas” da madeira onde ela foi envelhecida! A única madeira que interessa nesse momento é a sua “cara de pau” de ligar para sua ex depois do que você fez! Não procure aromas no copo, procure coragem!


Ela vai atender pois, apesar de ser mais nova é a “adulta” da relação. Diga que está arrependido e que quer preparar um jantar para você se desculpar e conversar com ela. Se ela aceitar, pule de felicidade e prepare-se, pois o jantar será amanhã.


Para acalmar a ansiedade, tome um Dry Martini, mas sem a azeitona! Se for para engolir algo com o drink, engula seu orgulho, isso te ajudará a pedir desculpas a ela! Ao tocar a campainha tire a garrafa do balde de gelo, pegue as taças e abra a porta! Abrace-a fortemente, engula à seco, estoure o Prosseco, peça desculpas olhando nos olhos dela. Explique que estava de cabeça quente, que os problemas o atormentavam e que ao invés de buscar forças nela, infantilmente descontou tudo nela! Prometa que tomará cuidado para que isso não se repita.


Leve-a até a cozinha, mostre que você preparou o prato que ela mais ama e que rodou a cidade inteira para comprar o vinho Merlot preferido dela, mesmo não harmonizando com o jantar, pois o que importa hoje é a harmonia entre vocês.


Durma agarrado a ela, fazendo cafuné! Levante bem cedo, antes dela e prepare o café! Acorde-a com um beijo, entregue a bandeja e diga que você quer que ela seja sua mulher.

Garanto que ela quer... 

Para ver o post no Bar Virtual, clique aqui 

O são-paulino Elvis Campello se autodefine como: bartender por profissão, professor por paixão, palhaço por vocação, botequeiro por opção, cozinheiro por falta de opção e escritor por enganação!