Destaques

quinta-feira, setembro 03, 2015

Abraço no algoz, juiz substituído, chapéus no campo, bandeirinha jogando, expulsão nula: bizarros anos 30

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Comprei neste ano o "Almanaque do São Paulo", publicação independente de José Renato Sátiro Santiago Júnior e Raul Snell Júnior (foto à esquerda), e só agora tive tempo de esmiuçar as fichas das mais de 5 mil partidas do Tricolor compiladas pelos autores, do período de 1930 a 2013. Sim, porque, ao contrário do "Almanaque do São Paulo" publicado em 2005 pela Placar, da Editora Abril, de autoria de Alexandre da Costa, Sátiro e Snell consideram o primeiro São Paulo, existente entre 1930 e 1935, e o atual, como uma coisa só (clique aqui para entender a eterna polêmica). O novo Almanaque também difere daquele da Placar porque tem o cuidado de publicar também as escalações dos adversários e de dar detalhes sobre os gols (se foram de pênalti, de falta, de cabeça etc) e informar curiosidades sobre as partidas. Entre elas, bizarrices que hoje seriam inimagináveis num jogo de futebol, mas que na década de 1930, num período de pré e de recém-profissionalização desse esporte no Brasil, aconteciam sem que ninguém se espantasse. Listei oito das que estão no Almanaque escrito por Sátiro e Snell (os grifos são meus):

20/04/1930 - América (da Capital) 1 x 6 São Paulo - Campeonato Paulista
"Friedenreich marcou um tento tão belo que dois jogadores do América correram para abraçá-lo" (Fried, "El Tigre", fez três gols neste jogo).

17/05/1930 - São Paulo 2 x 2 Syrio - Campeonato Paulista
"O árbitro Nestor Pedroso negou-se a retornar para a etapa final, sendo substituído por Thomaz Cicarelli" (todos os gols aconteceram no 1º tempo).

29/03/1931 - Santos 2 x 2 São Paulo - Campeonato Paulista
"O juiz C. Rustichelli negou-se a continuar apitando, por conta de ameaças das duas torcidas, sendo substituído por Wenceslau de Souza no 2º tempo" (o 1º tempo terminou com vitória do Santos por 1 x 0).

16/05/1931 - São Paulo 4 x 1 Germânia - Campeonato Paulista
"Impedido pelo Germânia, o juiz Domingos Nicollelli não voltou no 2º tempo, sendo substituído por Manoel F. Pinto Júnior" (o 1º tempo terminou com vitória do São Paulo por 2 x 1).

15/11/1931 - Portuguesa 1 x 3 São Paulo - Campeonato Paulista
"Por conta da grande quantidade de chapéus jogados pelos torcedores, o árbitro precisou interromper a partida para limpar o campo".

02/04/1933 - São Paulo 4 x 2 Corinthians - Amistoso
"Iracino [do São Paulo] saiu aos 30 minutos do 1º tempo, entrou Barthô em seu lugar. Posteriormente, após o intervalo, Iracino voltou".

21/05/1933 - São Paulo 7 x 1 Ypiranga - Campeonato Paulista
"Friedenreich estava atuando como juiz de linha (bandeirinha), quando foi chamado para substituir Armandinho".

24/06/1934 - São Paulo 3 x 3 Syrio - Campeonato Paulista
"[Zarzur e Zago foram expulsos e Celeste e Mamá, respectivamente, os substituíram] Na época era permitida a substituição do jogador expulso".


0 comentários: