Destaques

sexta-feira, junho 03, 2011

Um 'incômodo' incomoda muita gente

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Outro dia eu tava passando a vista por notícias sobre o São Paulo e li que o Dagoberto tinha sentido um incômodo no joelho esquerdo. Incômodo?!? O que é esse incômodo? Por que não - e simplesmente - dor? Pior é que, em quase todos os portais, a informação sobre o atacante foi veiculada de forma absolutamente idêntica: incômodo. Esse eufemismo tem sido bastante utilizado pela mídia esportiva (ah, a mídia esportiva...). Há um mês, o flamenguista Felipe estava com um incômodo no ombro. No final de abril, circulava a notícia de que o vascaíno Leandro tinha "sofrido" um incômodo. E muitas, muitas outras notícias com esse mesmo termo aparecem em rápida busca no Gúgou. Virou chavão - e todo mundo macaqueia. Isso me parece preguiça de perguntar. Porque o médico do clube, ou preparador físico, deve chegar para os jornalistas depois do treino e dizer, no seu "dialeto" próprio: "Fulano tá com um incômodo". E ninguém pergunta o que é isso, se é dor, se é fisgada, se está latejando, sei lá. Contentam-se com o incômodo e repassam a (des)informação para o leitor. Quanta bobagem! Comentando o fato com o camarada Glauco, ele lembrou muito apropriadamente do slogan de um velho comercial de absorvente feminino: "Incomodada ficava a sua avó!". É verdade: naquele tempo, os jogadores ficavam só contundidos, mesmo.

7 comentários:

Gustavo disse...

Marcão,

O mídia em geral é adepta do "incomodado é que se mude" hehehe

Carlos Ribeiro disse...

Tens toda a razão.

Numa dessas, o 'incômodo' pode ser até salário atrasado; renovação de contrato; não vou jogar porque o cachorro morreu; ...; e por aí vai.

Abraços

Maurício Ayer disse...

Eu operei o joelho 3 meses atrás, e logo depois, como o médico tinha me dito que não doía, veio me perguntar: e aí, não é dor, é só um incômodo, não? Doía pra cacete.

Anselmo disse...

eu já acho o contrário. acho q incômodo é um recurso interessante, mas desde que a gente, que não joga bola, possa usar isso pra não ir trabalhar. É só ligar pro trabalho e explicar pro chefe: "tô com um incômodo na barriga" e pronto. Pode ser dor de barriga, azia, ressaca, soluço...

piadas à parte, "contusão" é tão genérico quanto. Só que o "incômodo" normalmente vem acompanhado da parte do corpo atingida, dando um ar de precisão que realmente nao existe.

Maurício Ayer disse...

é que "incômodo" não substitui "contusão". A impressão que dá é que incômodo é um troço que não chega a ser contusão, é pré-diagnóstico, mas tem o poder de tirar o cara de campo.

Glauco disse...

Seria o incômodo, em termos musculares, o equivalente à famigerada "virose", termo nebuloso que pouco diz, mas muito se usa na clínica geral?

aaa kitty20101122 disse...

dior glasses
fitflops
http://www.kobebasketballshoes.us.com
air max 2018
longchamp sale
michael kors outlet
yeezy boost
yeezy boost 350 v2
http://www.kobeshoes.uk
retro jordans