Destaques

sexta-feira, março 30, 2007

Ah, bom: é só cachaça...

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Depois de muita enrolação e especulações de toda sorte, o diretor médico da clínica Güemes, Héctor Pezzella, onde Diego Maradona (foto) está internado, em Buenos Aires, revelou que o ex-jogador sofre de "abstinência ao álcool". Segundo ele, Maradona continua à base de sedativos, para a "desintoxicação", e seu coração e fígado são acompanhados permanentemente. "O mais importante agora é passar o período do álcool excessivo", disse Pezzella, em coletiva à imprensa portenha, acrescentando que o ex-craque deverá ficar mais cinco ou seis dias na etapa de "desintoxicação". O especialista reconheceu que o tratamento é mais "complicado" porque Maradona já sofreu outras dependências químicas, mas descartou que ele sofra, por exemplo, de cirrose. No dia anterior, seu médico particular, Alfredo Cahe, havia dito que o ex-jogador trocou o vício da cocaína pelas bebidas alcoólicas. Cahe disse ainda que é cedo para saber se o ex-jogador terá que fazer tratamento contra o consumo de álcool.

5 comentários:

Anselmo disse...

e vc, manguaça, qual foi o vício que você trocou pelo álcool?

(por favor, faça como eu, não responda)

Marcão disse...

Mas eu não troquei nada pelo álcool: ele precedeu todos os outros vícios (rsrs). Que os conservo, sim, com zelo, método e devoção.

Urariano Mota disse...

Ah, é? Pois apareça no último post do http://urarianoms.blog.uol.com.br/
Futebol, política e álccol em um só texto.

Marcão disse...

"Futebol, política e álcool" é uma versão um tanto quanto genérica de um certo blog muito conhecido por todos aqui...

Urariano Mota disse...

Você é mais rápido no gatilho que Randolph Scott. Respondeu de imediato ao texto sobre a Copa de 70.