Destaques

quinta-feira, julho 16, 2009

No quarto jogo de Jorginho, a terceira vitória

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Desta vez foi no Maracanã e diante do Flamengo, o oitavo do campeonato. O Palmeiras venceu a terceira seguida no Brasileiro por 2 a 1, com uma atuação convincente que aproveitou a boa atuação de Diego Souza e as falhas do rubronegro no primeiro tempo.

Nas duas partidas anteriores, contra o Náutico em casa e o Avaí em Floripa, o Palmeiras havia levado a melhor contra equipes que frequentam a zona de rebaixamento. No clássico contra o Santos, Jorginho estreiou com empate em casa, em meio a muitas dúvidas. Já são onze jogos sem derrotas.

Na partida entre os times que mais desarmam no campeonato, a marcação pressão e a rapidez dos contra-ataques puxados por Diego Souza foram a marca do primeiro tempo. O primeiro gol foi dele, em trombada de Ortigoza com a zaga. O segundo foi do peruano camisa 30, que recebeu de Deyvid Sacconi.

Na etapa final, o Flamengo voltou mais acordado, mas ficou distante de estabelecer pressão. Diminuiu com um gol de pênalti cometido por Danilo. Curioso é que o zagueiro do Palmeiras agarrava com vontade a camisa de Adriano. Tanta era a força que, quando o grandalhão empurrou o zagueiro, também com força, quase que Danilo levou a vestimenta do rival. Apesar do empurrão, que coloco na conta da malandragem do atacante para fazer o árbitro ver a infração, considero o pênalti correto.

Mesmo assim, nos contragolpes, o Palmeiras levou mais perigo para o gol de Bruno do que o time da casa para o de Marcos, o Goleiro, que só trabalhou com mais afinco em três lances. E não foram tantas outras finalizações dos cariocas.

Jorginho conquista ainda mais tempo de tranquilidade para enfrentar o Santo André, o Goiás e o Corinthians. Isso porque vai havendo menos motivos para gastar fortunas com um treinador de grife. Mas tem ainda 11 dias para saber se o clima se mantém.

5 comentários:

Saulo disse...

Parabéns para o Jorginho heim. Está indo muito bem no Palmeiras.

Fabricio disse...

Achei que o Ortigoza fez falta no primeiro gol. Na verdade ainda não entendi porque nenhum canal sequer cogitou essa possibilidade mesmo com o presidente do Flamengo reclamando tanto após o jogo.

Já no penalty achei que foi daqueles lances que os dois fazem falta então, deixa seguir.

Bom, o importante foi a bela vitória no primeiro teste real do Jorginho. Acho que esse jogo contra o Santo André vai ser complicado. Se ganhar comesso a acreditar um pouco que podemos brigar pelo título.

Anselmo disse...

o diego souza sofreu um pênalti no primeiro tempo. e na globo cogitaram se não teria sido falta do ortigoza, mas o wright, o sr. critério, considerou que foi um empurra-empurra em que se perde a noção de quem fez falta primeiro, então melhor naõ marcar nada. pelo menos foi o q entendi da explicação dele.

Maurício disse...

Para mim o pênalti foi claro. Muitas vezes não se marca esse tipo de falta, o mérito do Adriano foi saber chamar a atenção do juiz para o lance.

Glauco disse...

Achei que o Ortigoza fez falta no primeiro gol (2). Independentemente disso e/ou de outros erros de arbitragem, Jorginho Cantinflas está dando um banho no "gênio"...