Destaques

segunda-feira, dezembro 06, 2010

Se for beber, não leve seus elefantes

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Mais uma sórdida tentativa de criminalizar a manguaça como causa, sendo que me parece ter sido apenas o meio. Na Índia (onde nasceu Mauro Beting), cerca de 70 elefantes bêbados mataram quatro pessoas e destruíram várias casas. A manada de manguaças invadiu um estoque de uma bebida fermentada de arroz e deixou um rastro de destruição nos estados de Bengala Ocidental e Orissa. Dias depois, foram encontrados dormindo. Tudo bem, tem que vigiar e punir, mas garanto que a causa de tanta violência deve ter sido o estresse com os maus tratos, trabalhos forçados e condições aviltantes que os humanos impõem aos pobres animais. Com umas e outras na cabeça, decidiram se vingar. Ou sei lá, talvez tenham bebido Kaiser e se revoltado...

3 comentários:

Glauco disse...

Bela edição de imagens.

Budu Garcia disse...

Eu conheço a pida da antarctica, na qual o manguaça acorda com o 3º olho doendo e deduz que foi a cerveja. Consta de a kaiser haver produzido tal efeito em algum dos paquidermes?

Anselmo disse...

o problema não é o goró, mas o fato de ele ser feito de arroz, este sim a origem dos males.

mas... é impressionante a adesão à versão de que os elefantes são vítimas oprimidas.

vai ver eram elefantes de torcidas organizadas revoltados com o resultado do campeonato indiano de criquete. quer dizer, vândalos travestidos de torcedores-elefante que usam o espaço dos estádios de críquete para o crime.