Destaques

quarta-feira, dezembro 02, 2015

Som na caixa, manguaça! - Volume 90

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

TODO ENROLADO
(Edenal Rodrigues)

Noriel Vilela


Quem eu devo, espera, porque eu pago!
E no momento eu estou todo enrolado
A quem devo, espera, porque eu pago!
E no momento eu estou todo enrolado...

Já não acredito em mais nada
Na vida só estou dando azar
Pra frente eu só vou quando eu tropeço
Ou se alguém me empurrar

Quando eu quero bicar alguém
Dizem logo: 'Suncê já está manjado!'
A pior coisa que tem no mundo
É pedir dinheiro emprestado

Quem eu devo, espera, porque eu pago!
E no momento eu estou todo enrolado
A quem devo, espera, porque eu pago!
E no momento eu estou todo enrolado...

Tô devendo a escola das crianças
O armazém que fiou bóia pra mim
A padaria da esquina
E devo também no botequim

A casa já vai para seis meses
Devo a vizinhança um bom 'cacau'
Meu apelido aonde eu moro
Passou a ser cara de pau
Mas que o meu apelido aonde eu moro
Passou a ser...

Pode deixar que eu pago, eu já disse!
Deixa comigo, eu vou pagar, mas devagar, hein!
A maré aí não tá boa ainda
Segura a conversa, depois eu conto
Viiiige!
Deixa isso pra lá...
Falô! 

(Compacto simples - Copacabana/1971)





0 comentários: