Destaques

sexta-feira, dezembro 14, 2007

Pelada no Futepoca

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Desculpem os fãs de Ana Paula Oliveira e Juliana Knust porque esse post não é sobre as fotos da Playboy.

Pelada, nesse caso, foi a tentativa dos futepoquenses de jogar futebol.

Adentraram o gramado e abriram-se as cortinas do espetáculo no último domingo (na verdade era na quadra do prédio do Glauco e foi um vexame) para o sensacional primeiro churrascão do Futepoca.

O resultado prático: coitada da bola.

Dos futepoquenses, a escalação foi Glauco e Maurício (os que nunca reclamam), Anselmo e Nicolau (os sem-tênis), Marcão (sempre com a lata de cerveja na mão em qualquer jogada), Olavo (goleiro intransponível por poucos segundos) e Frédi.

Houve participação especial do zagueiro Thalitão, que saiu de quadra por motivos não passíveis de escrever num blogue de família como este.

Bem, contamos com a participação do pai e irmãos do Maurício e mais os meninos do prédio do Glauco que apareceram por lá. Resumo da partida: pelo menos eles jogaram alguma coisa.

Os futepoquenses ficaram marcados pela grossura, pelas dores musculares e descobriram, mais uma vez, que é muito mais fácil escrever sobre que jogar futebol.

PS. O Maretti não aparece nas fotos porque alegou velhice e não entrou em quadra.

PS2 Se no futebol fizemos feio, no quesito cachaça mostramos que estamos em forma, foram pelo menos umas 100 latinhas de cerveja.

Quanto à política, tiramos folga. Tínhamos mais o que fazer e nosso convidado especial, o manguaça presidente, não deu as caras por lá.




Falta da latinha: manguaça vai ao solo em tropeço no ar


A bola é um detalhe. O foco também.


Depois de cinco minutos de partida (denúncias!)


Um acusa, outro bebe...


... e, do outro lado, ninguém acredita.

6 comentários:

Nicolau disse...

As dores citadas estão terminando de passar hoje, quase uma semana depois. E afirmo que naõ convém jogar bola descalço, seus pés não vão gostar. O Anselmo tem relato mais contundente a respeito. Agora, é uma cara de pau postar essas fotos, hein?

fredi disse...

Cara de pau é ter entrado em quadra

Glauco disse...

É um absurdo que a seleção de fotos não inclua a que eu sofro marcação violenta do Maurício. Nem falarei das outras, não retratadas, tentando impedir minha progressão em quadra. Mesmo fora de forma, alcoolizado, penei para sobreviver na quadra junto a esses arranca-tocos. Da próxima vez, só jogo com seguro.

Anselmo disse...

só foram incluídas 5 fotos, pq é o que cabe em cada leva do blogger. tem um monte de outras... agora, também admito que a acusação de uqe o cidadão teria se cansado depois de 5 minutos foi feita pela minha pessoa, editando o post.

carmem disse...

show de horrores! afff!

Marcão disse...

No primeiro esforço, entramos em quadra eu, o Glauco e o Plínio (pai do Maurício), de um lado, e o Maurício e seus irmãos Raiane e Roni. Tava um sol de rachar pedregulho. O Glauco "kamikase" se superava com defesas acrobáticas, a Raiane era a melhor marcadora e o Roni saía na cara do gol toda vez que o Maurício partia pro ataque. Num choque patético, eu e o Maurício desabamos como sacos de batata. Decidi sair.

Mais tarde, quase todo o Futepoca esteve em quadra, com o Olavo no gol, o Glauco, eu, o Anselmo e o Roni de um lado, e o Fredi no gol, o Plínio, a Raiane, o Maurício e o Nicolau do outro. A arbitragem era da Thalita e ela só apitava falta quando alguém derrubava a lata de cerveja do outro.

Não demorou para que Glauco e Maurício "se confraternizassem amistosamente" e saíssem do jogo. A Thalita entrou na linha, no meu time, e eu consegui derrubá-la. Depois, numa dividida com o goleiro/ zagueiro Fredi, dei-lhe uma bica no tornozelo que saiu até sangue. Envergonhado (e suficientemente alcoolizado), deixei a bola de vez - e partir para o que interessa (sou o "outro que bebe", na foto do post).

Vi, de fora, um golaço do Anselmo, que matou no peito, controlou com o joelho e bateu de prima, quase do meio da quadra. Ah, e o melhor de tudo: o Edu entrando em quadra e desferindo merecidos cartões amarelos para o Glauco e o Maurício. Plínio, Roni e Raiane foram, de longe, os melhores em quadra.

Ps.: As dores musculares também persistem, uma semana depois...