Destaques

quarta-feira, dezembro 12, 2007

Arthur Virgilio afirma ter ligação espírita com Mário Covas

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Tirado do site Conversa Afiada:
Trecho do discurso de Arthur Virgilio no Senado, dia 10: “... saio até do terrestre aqui, saio até desta coisa tão rastaqüera que é esta nossa vidinha aqui na Terra; estou conversando, em sessão espírita, com Mário Covas, estou fazendo aqui tudo o que Mário Covas faria, tudo o que ele me disse para fazer. Ele tem falado mais comigo do que com a Dona Lila. Ele me fala assim: ‘Arthur, vote contra a CPMF. Arthur, resista, não deixe a sua bancada faltar, membro algum’. A bancada do PSDB vai votar inteira.”

4 comentários:

Blogger disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Marcão disse...

Coluna Mônica Bergamo desta quarta (12/12):

FOLHA - Arthur Virgílio está falando com o seu avô.
BRUNO COVAS - Eu li isso. Eu fiquei até com vontade de ligar e pedir para o Arthur Virgílio perguntar para o meu avô o que ele está achando da minha atuação como deputado estadual (risos).

FOLHA - Vocês já "falaram" com o ex-governador?
BRUNO COVAS - Eu não consigo falar. Mas uma tia da minha mãe, que é espírita, falou para a minha avó [Lila Covas} um dia que uma entidade falou sobre o Mário Covas, que ele estava bem. E aí foik um telefone sem fio, ficou todo mundo ligando. Mas eu acho difícil que o Arthur Virgílio converse com o Mário Covas. Como também acho difícil que ele realmente bata no presidente Lula, como ele falou certa vez, né?

FOLHA - O Covas votaria contra a CPMF?
BRUNO COVAS - Ah, olha, aí pergunta para o Athur Virgílio, que conversa com ele.

FOLHA - Qual a sua posição?
BRUNO COVAS - A carga tributária é alta. Mas eu não escolheria a CPMF para cortar. Escolheria outros impostos. A CPMF tem o caráter de permitir que se investigue quem está sonegando. Agora, é uma questão de momento. A oportunidade que tem a oposição de combater a carga tributária é com a CPMF. Então, se fosse senador, eu votaria contra.

Anselmo disse...

depois de "I see dead people", vem o senador mesa branca. a regina duarte nada tem a ver com isso, mas é meio assustadora a declaração do senador.

gerson disse...

Essa q saiu na folha, q o Marcão colocou, foi de matar, principalmente qdo o neto dele diz para perguntar p/ o virgílio, que fala com o mário covas.