Destaques

sexta-feira, janeiro 16, 2009

Soninha assume subprefeitura na segunda-feira

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

DIEGO SARTORATO*

Num bate-papo exclusivo, a vereadora de São Paulo Soninha Francine (PPS) fala sobre o Futepoca e a iminência de assumir a Subprefeitura da Lapa:

FUTEPOCA - Soninha, vimos que foi você quem fez a indicação do Futepoca ao prêmio The Bob's. Você é leitora do blogue?
Soninha - Sim, e sou leitora desde bem antes do The Bob's, leio desde que começou. Como a vida é muito corrida, não consigo ler tudo o que gostaria, mas estou sempre dando uma espiada. Eu conhecia um dos rapazes que participava no começo, acho que era Eduardo (provavelmente, o colaborador Eduardo Maretti). Não me lembro.

FUTEPOCA - E você gosta do blogue?
Soninha - Gosto, gosto bastante. O pessoal lá é de esquerda, né?

FUTEPOCA - Falando em esquerda, você deve assumir em breve a Subprefeitura da Lapa, por indicação do prefeito Gilberto Kassab (DEM). Já está tudo certo?
Soninha - Sim, estive visitando o prédio e conversando com o pessoal. Tudo indica que segunda-feira (19 de janeiro) tomo posse, a não ser que aconteça um puta imprevisto, mas não acredito nisso (risos).

FUTEPOCA - E como fica isso, de você, identificada com a esquerda, assumir uma subprefeitura em um governo do DEM, ex-PFL? Você tem sido criticada por isso.
Soninha - O DEM tem uma posição política da qual eu discordo. No segundo turno, não fiz campanha para o Kassab porque não me senti confortável em fazer campanha pelo candidato do DEM, embora ainda aprove a decisão do meu partido de permanecer na oposição ao PT. Mas a gestão pública não é uma gestão partidária. Uma enfermeira de hospital público filiada ao P-Sol teria que se demitir porque o prefeito da cidade é do PSDB? Claro que não. Eu quero o poder. O poder de fazer o possível. Por isso aceitei esse cargo executivo, e o pessoal de esquerda lá do bairro ficou super feliz com a minha nomeação, porque eu vou dar atenção às calçadas, à acessibilidade, questões importantes. Imagina se o nomeado fosse um linha dura...


*Diego Sartorato é jornalista, corintiano, comunista, pró-palestinos, apreciador de 'vodka' Zvonka e colaborador bissexto do Futepoca.

Gostou do post? Então vote na gente no Best Blogs Brazil. O Futepoca concorre em três categorias: Melhor blog, Melhor blog de Esportes e Melhor Blog de Política. Dê três votinhos pra gente, é rápido e agradecemos!

15 comentários:

Ivan Moraes Filho disse...

Putz... Essa furou até o próprio blog da jornalista/subprefeita.

Bons os argumentos dela - como sempre. Quero ver só se vai conseguir trabalhar. Se conseguir, já dou logo os parabéns!

Edu Maretti disse...

Sou eu mesmo, o "Eduardo" que a Soninha cita. Éramos vizinhos na rua Prof. João Arruda (Perdizes). Aliás, aproveitando a oportunidade, votei na Soninha em 2004 pra vereadora, além de ter conseguido vários votos pra ela na época. Do que, infelizmente, e com todo respeito, me arrependo amargamente. Kassab é tudo o que eu não queria pra minha cidade, e Serra, credo, deus nos livre de ele governar o Brasil.
Abração, Marcão!

Marcão disse...

Opa! Seja benvindo, Edu, e compareça sempre aqui nos comentários. Partilho do mesmo respeito pela Soninha e da ojeriza mortal tanto pelo Kassab quanto (principalmente) pelo Serra. Mas escapei do arrependimento, pois nunca votei na Soninha. Não sei por que, mas, quando cheguei a São Paulo, em 2003, havia algo que não me convencia. O sexto sentido confirmou que prudência e caldo de galinha não fazem mal pra ninguém...

Ah, assim como o Ivan, quero parabenizar aqui o Diego Sartorato pelo furo jornalístico. Até o momento, só o site do Globo correu atrás e confirmou a informação, com 1 hora de atraso em relação ao Futepoca:

http://oglobo.globo.com/sp/mat/2009/01/16/soninha-chega-subprefeitura-compara-partido-politico-briga-de-torcida-organizada-739159708.asp

Valeu, Diego! Abraço, Edu! Obrigado, Ivan!

Brunna disse...

Opa!
Tbm votei na soninha em 2004. e tbm fui atrás de votos. Coisa que não fiz nos anos seguintes...
Aleais.. Assim como o Marcão o Kassab era tudo que não queria pra São Paulo, assim como nós conversamos e lamentamos nos bares de SP. Mesmo antes de ele ganhar...

fredi disse...

Soninha... preferiria não comentar...

Mas também quase me enganou um dia, quando a convidamos para dar palestras em Heliópolis numa oficina de TV comunitária que dávamos para os jovens de lá, o saudoso HelipaTV.

Também quando eu e Renato Rovai a entrevistamos para a Fórum quando ela era execrada pela direita depois da capa da Época em que admitia usar maconha e havia sido demitida da TV Cultura.

Parecia gente do Bem, não do DEM... (pago o cartão amarelo pelo trocadalho).

Mas como ela mesma diz, "Eu quero o poder"...

Talvez aí esteja a explicação de apoiar a Marta quando ela era prefeita e depois assumir cargo com Kassab.

Deve ter sua lógica

Anselmo disse...

Palmas ao Sartorato pelo furo!

Fredi, concordo que a frase "eu quero o poder" seja bem emblemática. Mas acho que ela tá longe de ser a única a pensar dessa forma. Talvez seja das poucas a formular com tanta clareza. E ela acredita que pode "fazer o possível" com esse poder. O que seria isso? Quem chega lá é que responde. Mas acho curioso alguém indicado pelo prefeito dizer que o partido do mesmo prefeito "tem uma posição política da qual eu discordo". Não é uma divergência tática, pontual, é divergência ideológica. Bem curioso ver isso expresso em todas as letras. Principalmente pensando no conceito de coalizão política para se governar.

Por mais que se vote na pessoa por aqui, o voto conta também pra legenda. Então quem elegeu a Soninha vereadora, também deu voto para o PT. Quem votou nela pra deputada federal em 2006, não a elegeu e só deu votos pro PT. Então, quem se diz enganado, achou ruim a idéia de votar no ex-partido da Soninha?

Bom, em vez de reclamar dela, eu prefiro destacar "O pessoal lá é de esquerda, né?" É o que diz no "quem escreve". Mas em vez de agradecer a indicação ao The Bobs, todo mundo aí só viu as críticas. Peraí, gente!

Pronto, adevoguei.

Glauco disse...

Bom, a se ressaltar o caráter democrático da Soninha em avalizar mesmo quem faz críticas a ela, e também por falar com um blogue. É bom lembrar que tem muito esquerdista dito "legítimo" que se recusa a dar entrevistas para veículos de comunicação alternativos e ainda posam de democráticos, falando só com a imprensa tradicional. Parabéns ao Sartorato pela entrevista e aguardamos a gestão da subprefeita, que certamente será debatida neste espaço.

Brunna disse...

Ah os esquerdistas...
ah os esquerdistas...

Ao menos sabemos que o Tendal da Lapa não vai fechar.

Alcemar disse...

Ela fez uma comparação estapafúrdia, uma enfermeira é concursada, é obrigada a trabalhar com o prefeito que se eleger. A Soninha é profissional da política, é totalmente diferente de uma enfermeira de um hospital público. É triste que alguém que parecia ser uma renovação no meio político adote os mesmos métodos dos políticos tradicionais que ela criticava.

Sartorato disse...

Vou "adevogar" pela soninha também: ela vem substituir um direitoso turrão em um momento que poderia vir um outro, talvez até pior. E se ela quer ser prefeita um dia, precisa ir se gabaritando de alguma forma, não é...

Mas a pergunta que não deu tempo de fazer, porque ela estava esperando uma ligação e não podia falar muito tempo, é: "se é assim, por que o PPS não faz o mesmo e tenta ocupar espaços no governo federal que acabaram na mão dos mesmos de sempre? Por que é proibido colaborar com o PT?".

No mais, valeu, galera.

João Antonio disse...

Eu também votei nela em 2004 para vereadora e também me arrependi muito. Ela está mostrando a sua verdadeira cara, pois ao contrário do que foi dito ela se vendeu desde o primeiro turno atirando pedras na ex prefeita, já sabendo que não tinha condições de ganhar e procurando o lado que a premiasse, como se vê agora. Elá já está morta politicamente.

Paulo de Tarso disse...

Acho que a Soninha está deslumbrada ou é uma inocente in(útil). Sou enfermeiro e também achei a comparação que ela fez totalmente desproposital. Parece coisa de esquizofrênico: discurso desconexo, delirante. Será que ela não conhece a história do PFL? O apoio e manutenção a regime que torturou e matou pessoas somente porque pensavam de maneira diferente dos golpistas? Acorda, Soninha! Há pessoas que se dizem de esquerda mas que ao primeiro chamado transformam-se em competentes gestores para governantes de direita. Exemplos não faltam e agora ela ajuda a engrossar a relação. Vergonha!

Maurício disse...

O Alcemar tem toda razão, comparar cargo de indicação com cargo concursado é sofismar num nível bastante básico.
O que acho da Soninha é que ela é muito confusa. Ninguém sabe bem qual é a dela. E normalmente as pessoas confusas acabam fazendo o jogo de quem sabe aproveitar bem dessa confusão, no caso, do prefeito Kassab.
Um tempo atrás, numa entrevista ao site da Fórum (acho que feita pelo Anselmo), ela conseguiu defender a política dos partidos/legendas e com isso a fidelidade partidária e três frases adiante assumir uma fala francamente individualista. É o que de novo se vê aqui. Meu partido se associa ao meu adversário pessoal, na leitura da quase subprefeita isso significa que abre-se uma porta para que ela, mesmo discordando do prefeito (?), possa fazer lá um "possível". Eu estou entendendo errado ou aí vai um discurso francamente oportunista?
E é verdade que essa confusão também lhe dá abertura pra falar com um blog, falar com quem ela quiser, com todo mundo, ou não.
Não desgosto totalmente da Soninha, mas acho que uma carreira política se faz também construindo alianças e compromissos consistentes. Não há independência possível para um político de carreira, a não ser nos casos mais personalistas (estes em geral têm alianças e compromissos fortes, mas de outras naturezas, normalmente não visíveis aos eleitores). Eu quero crer que esse tipo de político vai ter cada vez menos espaço por essas bandas...

Wilson Diorato disse...

Infelizmente a candidato Soninha preferiu assumir a subprefeitura da Lapa do que a sub da Cidade Tiradentes, no extremo leste. Que pena.

Maurício disse...

Diorato, por curiosidade, você é da Lapa ou da Cidade Tiradentes?