Destaques

sábado, setembro 26, 2009

Palmeiras sofre contra o Atlético-PR, mas mantém liderança

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Com um 2 a 1 apertado, o Palmeiras venceu o Atlético-PR no Palestra Itália. O zagueiro Danilo foi o nome do jogo, por ter dado o passe para um e feito o outro gol. No de empate, a bola desviou no cidadão.

Segundo consta, ele não poderia atuar na noite deste sábado por uma cláusula contratual inserida na transferência dele do rubronegro paranaense para o time paulistano. Uma multa de R$ 100 mil seria cobrada pelo descumprimento.

O lateral paraguaio Figueroa abriu o placar aos 42 do primeiro tempo, o zagueiro Chico empatou aos 17 do segundo. O camisa 23 fez o gol da vitória, sete minutos depois.



Robert, apagado contra o Cruzeiro, deu lugar a Obina. Figueroa jogou no lugar de Wendel machucado. Marcão foi para a vaga do suspenso Armero e Cleiton Xavier, punido com o terceiro amarelo no último jogo, deu lugar a Jumar. Edmilson, recuperado, voltou, mas Maurício Ramos foi substituído por contusão.

Seja pelos remendos, seja por ainda ter buracos esporádicos na defesa, Marcos, o Goleiro, teve trabalho, tanto na primeira quanto na segunda etapa. Os visitantes perderam pelo menos duas chances claras de virar a partida. O meia Marcinho foi bem, mas Paulo Baier ficou mais apagado.

O Palmeiras criou oportunidades, mas não mostrou futebol de líder de campeonato nem muito menos o de um campeão. Mas o episídio dos R$ 100 mil para escalar Danilo seguido de seu protagonismo na partida é sorte de time vencedor.

Isso significa que o time dorme com seis pontos de vantagem sobre o segundo colocado São Paulo, que pega o Corinthians neste domingo, 27.

Nota
Se não houve erros de arbitragem a serem comentadas nesta partida do Palmeiras, diferente do que ocorreu na última, o Cruzeiro venceu o Barueri com gol de Gilberto, impedido. Um erro (ou dois ou quatro) não justifica e muito menos compensa o outro. É só uma ironia. Ou, dependendo do grau da teoria da conspiração, prova inconteste de que a própria teoria está confirmada.

7 comentários:

Marco¹³ Costenaro¹³ disse...

"Figueroa jogou no lugar do suspenso Armero. Marcão foi para o meio na vaga de Wendel machucado..."

Muito loko vc! O que foi que vc bebeu?
Marcão jogou no lugar do suspenso Armero. Figueroa foi para lateral direita na vaga de Wendel machucado

Thalita disse...

Pô, Marco, falando assim até parece que você está dando uma bronca no Anselmo por causa da bebedeira. Deixa o manguaça encher a cara. Daqui a pouco ele corrige!

E quando o Palmeiras começa a jogar pior que o adversário mas ganhar mesmo assim, é pq o time já pegou o jeito Muricy de ser. Aí fica difícil segurar.

Maurício disse...

Marco, esse é o problema, o Anselmo tá tomando anti-inflamatório e não está bebendo. Aí comete esse tipo de deslize.

Maurício disse...

Anselmo, dizer que o bicão pra frente que o Danilo deu foi um "passe pro primeiro gol" é no mínimo um eufemismo. Fosse um passe, teria sido perfeito.

Saulo disse...

O Palmeiras tá com sorte de campeão.

Fabricio disse...

Matar a torcida do coração, tomar sufoco em casa, vencer jogando o suficiente, rodada toda favorável.

É, venho vendo esse filme nos últimos três anos.

Anselmo disse...

Ô, Marco¹³, corrigido.

Acho que foi o efeito de nova schin em cima do anti-(des)-inflamatório. Não recomendo.