Destaques

segunda-feira, novembro 16, 2009

Zebra branquela

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Quando se enfrentam seleções europeias e africanas, a tendência é que a torcida geral caia sobre a representante do "continente negro" (expressão odiosa, mas não encontrei outra melhor). Por conta de todas as dificuldades sócio-econômicas pelas quais passam os africanos, pelo ineditismo de seus triunfos, e por aquele gosto por zebras que todos os amantes do futebol têm (desde que, claro, a vítima da zebra não seja o nosso time).

Fifa
Apesar de tudo isso, foi difícil não celebrar a vitória da Suíça, que ontem venceu a Nigéria por 1x0 e assim se sagrou campeã mundial sub-17.

Em primeiro lugar, pelo fato de que, nas categorias de base, as potências são os times africanos, e não os europeus. O título suíço de ontem foi apenas o terceiro da história da Europa no Sub-17 (os outros foram da URSS em 1987 e da França em 2001). Como comparação, a África tem cinco taças - é o continente mais bem-sucedido do torneio. A Nigéria é tricampeã, o que a faz como a maior força da categoria, ao lado do Brasil (campeão em 1997, 1999 e 2003).

O segundo elemento que faz com que a vitória suíça seja ainda mais épica foi o lugar da partida. A Suíça venceu a Nigéria jogando... na Nigéria! Sim, superando torcida e pressão de 60 mil nigerianos que lotaram o estádio de Abuja. Quem é campeão em tais circunstâncias merece aplausos.

E a campanha suíça foi irretocável. Três vitórias na primeira fase - inclusive sobre o Brasil - e, nos mata-matas, triunfos sobre Alemanha, Itália, Colômbia e a favoritíssima Nigéria na decisão.

O Mundial Sub-17 de 2011 acontecerá no México. O Sub-20 também se dará em terras latinas: a a Colômbia será a sede.

4 comentários:

Glauco disse...

Olavo, você que acompanhou, a Suíça sub-17 jogou bola mesmo ou se trata do tradicional ferrolho retranqueiro?

Anselmo disse...

isso torna a eliminação para o brasil menos grotesca. perdemos pros campeãos.

Nicolau disse...

Anselmo, o termos correto é "campeãozis". Eu vi um pedaço da final estava um jogo bem divertido, com chances de gol dos dois lados. A Suiça estava mais recuada, o que é compreensível dada a pressão da torcida da casa. Meu pai, que viu vários jogos, disse que o time suiço é muito bom.

Nicolau disse...
Este comentário foi removido pelo autor.