Destaques

quinta-feira, novembro 19, 2009

Lançamento de Tricolor Celeste hoje em São Paulo

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Provavelmente muitos são-paulinos estavam assistindo ao jogo Uruguai e Costa Rica ontem, que decidiu o último classificado para a Copa do Mundo de 2010. Muitos torcendo pela Celeste por uma única razão: Diego Lugano, o "zagueiro do presidente" que se tornou um dos maiores ídolos da torcida tricolor e conquistou o Mundial de 2005 pelo clube do Morumbi.

Os mais velhos, porém, vão lembrar de outros motivos para torcer pelo Uruguai. Pablo Forlán, Pedro Rocha e Darío Pereira também marcaram época e conquistaram a admiração até mesmo de torcedores rivais. E é a história desses quatro ídolos que Luís Augusto Símon, o Menon, conta no livro Tricolor Celeste. Ali é possível saber quem ensinou Lugano a arregalar os olhos e porque Darío Pereyra demorou a se adaptar no Brasil. O lançamento acontece hoje, em São Paulo, no Bar Boleiros, às 19 horas. Fica na rua Mourato Coelho, 1194, na Vila Madalena. Vale a pena pra todo fã de futebol, não apenas os tricolores.    

6 comentários:

Anselmo disse...

Quem ensinou Lugano a arregalar os olhos? E por que Darío Pereyra demorou a se adaptar no Brasil?

Eu nunca teria feito essas perguntas. Mas já que as respostas estão lá, bem que poderia haver uma canjinha.

grande, menon!

Thalita disse...

me manda um!!!!!!

Glauco disse...

Prometido, Thalita. Pra você e pro Marcão.

Michel Farias disse...

Sempre é bom quando um time que tem história como o São Paulo coloca para o público algo que possa lembrar de seu passado vitorioso, parabenizo o Luís Augusto Símon pela iniciativa.

Abraço!!

http://ofuteboleoscariocas.blogspot.com/

Filipe Araújo disse...

Vou ler este livro!

Saludos!

http://gambetas.blogspot.com

Marcão disse...

To na expectativa. Dario Pereyra foi o unico bicampeao brasileiro de 86/87, na primeira campanha como meiocampista, sua posicao de origem (inclusive na selecao uruguaia), e na segunda ja como xerifao da defesa, onde compos com Oscar a melhor dupla da historia tricolor.

O lateral direito Forlan, pelo o que dizem, nao primava pela tecnica, mas suava sangue pelo time, o que empolgava a torcida. Costumava baixar o sapato tambem, especialmente contra o ponta esquerda Nei, do Palmeiras.

Pedro Rocha foi eleito um dos dez melhores jogadores do mundo pela Fifa, nos anos 1960. Foi o meia/atacante mais tecnico do Sao Paulo ate a vinda de Careca. Marcava muitos gols, foi artilheiro do Brasileirao de 72, junto com Dada Maravilha. Uma pena que nao tenha vencido a Libertadores de 74.

Por fim, Diego Lugano tem sua importancia por ter levantado a estima do torcedor numa epoca em que o time nao ganhava nada e passou a ser piada para os adversarios como amarelao e bambi. Ele teve que superar a pecha de queridinho do presidente Portugal Gouveia (foi barrado por meses por Oswaldo Oliveira e so passou a jogar com Rojas). Em 2005, jogou muito - e bateu muito tambem. Faz sucesso no Fenerbahce e na Celeste.