Destaques

segunda-feira, março 29, 2010

De quatro

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Que o São Paulo vem jogando mal, não é novidade pra ninguém. Mas a falta de tudo no time (padrão tático, técnico, vibração) fica mais visível quando pega adversário forte pela frente. Vencer Rio Claro, Paulista, São Caetano, Mogi Mirim, Ituano, Ponte Preta, Monte Azul, Monterrey ou Nacional do Paraguai não significa absolutamente nada. Quando enfrentou os quatro adversários mais tradicionais no Campeonato Paulista, o São Paulo foi derrotado, com toda justiça, pela Portuguesa (3x1), Santos (2x1), Palmeiras (2x0) e, ontem, Corinthians (4x3) - foto de Rubens Chiri/SPFC. Na Copa Libertadores, o único jogo realmente importante, até o momento, foi contra o Once Caldas, fora de casa. Outra derrota (2x1). Esse retrospecto diz mais do que qualquer análise de comentarista ou palpite de torcedor.



No clássico que manteve o tabu de nove partidas do Corinthians sem derrota para o time do Jardim Leonor, o São Paulo caiu de quatro de forma humilhante: tabelinha com toques de primeira pelo meio da zaga no primeiro, de Elias; falha de Miranda e golaço de pé direito do ex-sãopaulino Danilo no segundo; cobrança de falta magistral de Roberto Carlos, sem atitude da barreira e falha de Rogério Ceni no terceiro; e, por fim, Iarley entra na área sem marcação e chuta para um belo gol de cabeça do zagueiro Alex Silva, definindo o placar. Fora o baile, apagão de Hernanes (de novo), falhas mil de Miranda (idem), ruindade de Léo Lima, papelão e expulsão boba de Washington, erros e mais erros de Júnior César. E por que Cicinho é reserva?

Nem vou relembrar a paradinha humilhante de Neymar, a chaleira de Robinho, os dois gols do palmeirense Robert e os outros dois de Heverton para a Lusa. E as falhas seguidas e constrangedoras de Ceni. É muito ridículo para nem três meses de competições. O São Paulo não caiu de quatro ontem. O São Paulo caiu de quatro na temporada. E dá medo pensar nas próximas fases de mata mata. Haja cachaça...

11 comentários:

Anselmo disse...

a novidade, pra mim, é uma zaga são paulina meia bomba. nas outras temporadas, esse setor se garantia muito (ainda que até pudesse demorar pra engrenar na temporada) e o ataque só tentava produzir o mínimo necessário (o que era pouco e, em poucas vezes, sequer alcançava o tla tal mínimo, claro).

Moriti disse...

É, Anselmo. Há tempos venho dizendo que a zaga era o esteio do time. Coisa que ocorre há três anos mais ou menos.

Uma hora, a fase ia ficar ruim na defesa - inclusive no gol - e o time deveria ter meios pra se garantir em outros setores.

Isso que dá ficar amarrado num esquema fixo, sem variação. Até a base sente isso, pois os técnicos e atletas só enxergam possibilidade de subir se jogarem da mesma forma que o profissional.

E, Marcão, não é por nada não, mas você já lembrou todas as desgraças do ano! rs

Agora, "de quatro"? Putz, depois dessa vou antecipar a cachaça!

Leandro disse...

Concordo em gênero, número e grau. Bela análise.

Ô timinho ridículo!!!

Fernando Augusto disse...

Concordo em tudo!! Exceto "clube do Jardim Leonor" e "de quatro"..kkkk

abraço

Thalita disse...

Jah to acostumada com o estilo marcao de escrever do ppio time, mas sem exageros
1 - cair de 4 num jogo que foi 4 a 3 NAO e o caso
2 - cobranca de falta magistral, lah de onde eu venho, nao precisa da ajuda da barreira E do goleiro pra entrar.
3 - o Sao Paulo perdeu os classicos, mas estah na frente de quase todos os grandes, menos do Santos. Entao nao somos soh nos que estamos dando vexame. alias, eu nem poderia falar em vexame estando na frente de Palmeiras e corinthians na classificacao.

Sobre o jogo em si, nao posso comentar. Estava acompanhando Fenerbahce contra Galatassaray. Istambul parou!

AAAAlan disse...

Cair de quatro nem tanto, pois o Corinthians também não está grande coisa. Sem querer ser puxa-saco, o RC dá mais alegrias que infelicidades.

Nicolau disse...

Concordo com a Thalita, o SP não jogou tão mal assim, tanto que empatou. Mas o Corinthians foi melhor. Roberto Carlos está jogando muito. Elias e Dentinho também foram bem.
E vi um pedacinho de Fenerbahce e Galatassaray. Deve mesmo ter parado Istambul, mas tava um joguinho bem mais ou menos, rs. Muita correria.

Leandro disse...

Agora não entendi mais nada.
O Corinthians ganhou mas a maior parte dos corinthianos (me incluo aí) tem muitos motivos para reclamar, já que, a exemplo do clássico contra o Palmeiras, o time perdeu uma boa ocasião de golear, um pouco pelas próprias deficiências e muito pela tibieza do técnico.

Marcão disse...

Thalita, mais "exageros" meus:

1 - cair de 4 não importa o placar, pode ser 1 a 0 que, se a atuação foi pífia (pela enésima vez no ano), caiu mesmo. Se não fosse a ruindade do goleiro corintiano, tinha terminado 3 ou 4 a 1 - ou mais. Se tivesse visto o jogo, teria, como eu, temido pela devolução dos 5 a 1 de cinco anos atrás após o gol do Roberto Carlos;

2 - foi uma cobrança de falta magistral (puta petardo bem direcionado) e, como eu frisei no post, com ajuda da barreira E do goleiro pra entrar. Uma coisa não anula a outra;

3 - estar na frente de Palmeiras e do Corinthians na classificação não é vantagem quando levamos piabas deles e se, como eles, ainda estamos ATRÁS de Santo André e Grêmio Prudente. A má fase dos outros não justifica a nossa.

E me diz: é melhor eu passar agora a torcer pelo Galatasaray ou pelo Fenerbahçe? Porque, além de o São Paulo tá nessa draga, o Clube Atlético Taquaritinga acabou de cair para a Série A-3...

Leandro disse...

Agora, Marcão. O que você acha que precisa ser feito para esse time tomar jeito.

Amanhã tem outro jogo do SP... na TV aberta... Tirem as crianças da sala!

Marcos disse...

Sinceramente, não sei, Leandro. Eu concordo com o esquema de dois zagueiros, mas Miranda tá jogando muito mal e Alex Silva não tem inspirado muita confiança. O Rogério Ceni vem falhando seguidamente, mas vai sair pra entrar quem? Bosco? Denis? Nas laterais, Júnior César é a irregularidade em pessoa (sou favorável a dar chance pro Carleto). Cicinho começou a brigar com a diretoria, sei lá o que vai acontecer. E no meio a coisa tá pior, pois Jean, Richarlyson e Hernanes já vão longe de seus melhores dias. Cléber Santana parece que pode ser melhor aproveitado, Rodrigo Souto me parece perdido e Léo Lima, em minha humilde opinião, é opção pra depois dos 20 minutos do segundo tempo. Eu experimentaria jogar com três meias pra botar Fernandinho, Dagoberto e Washington na frente. Mas esses jogadores me parecem bem fáceis de anular. Enfim, tá uma merda! Sei lá se esse time tem jeito...