Destaques

quinta-feira, abril 01, 2010

Quase definidas as oitavas da Copa do Brasil 2010

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

A rodada desta quarta-feira, 31, da Copa do Brasil definiu quase todos os confrontos das oitavas de final da edição 2010 da competição. Todas as partidas foram precedidas por um minuto de silêncio em homenagem a Armando Nogueira.





Faltam apenas quatro times. O invicto Grêmio deve confirmar o favoritismo diante do Votoraty, já que venceu a partida de ida por 1 a 0. O Botafogo está na mesma condição ante o Santa Cruz. Enquanto o Atlético-PR só precisa de uma vitória simples sobre o Sampaio Correia-MA em Curitiba, o homônimo de Minas Gerais precisa reverter a derrota para o Chapecó, em Belo Horizonte.

Os destaques do dia foram o Goiás de Rafael Quatro-gols Moura e Jorginho, que bateu o São José-AP por 7 a 0, e o Vitória, que passou por 4 a 0 sobre o Náutico. As equipes goleadoras enfrentam-se na próxima fase.

O Coritiba, em preparação para disputar a série B, foi desclassificado pelo Avaí, em casa, por 1 a 0. E teve pênalti perdido.

O maior calor da rodada foi imposto pelo Asa de Arapiraca sobre o Vasco. Depois de empatar na partida de ida, a equipe cruzmaltina abriu o placar, sofreu a igualdade, mas depois conseguiu vencer por 3 a 1.

Outro aperto foi o da Portuguesa, que empatava com a Ponte Preta por 1 a 1 até os 46 minutos do segundo tempo. O uruguaio Gustavo Biscayzacu fez 2 a 1 e levou a Lusa para a próxima fase, quando enfrenta o Fluminense.

Além do tricolor carioca, apenas o Santos conseguiu eliminar a partida de volta. Enquanto o time das Laranjeiras passou pelo Uberaba por 2 a 0, o Peixe bateu o Remo por 4 a 0. Como a partir das oitavas acaba essa chance de classificação na primeira partida caso o visitante vença por mais de dois gols de diferença, poucos times vão sentir falta do recurso.

Outros classificados foram Ceará, Atlético-GO, Sport e Palmeiras.

Oitavas de final da Copa do Brasil 2010
Na distribuição dos jogos, está respeitada a ordem das chaves e atualizado com os mandos dos primeiros jogos (o time da coluna 2 decide em casa).

Corinthians-PR x Vasco
Vitória x Goiás

Botafogo ou Santa Cruz x Atlético-GO
Atlético-PR ou Sampaio Corrêa x Palmeiras

Portuguesa x Fluminense
Grêmio ou Votoraty x Avaí

Santos x Guarani
Atlético-MG ou Chapecó x Sport

A ordem dos confrontos deve ser definida por sorteio nesta quinta-feira, 1º, às 14h, antes das partidas que faltam. Passado os jogos que faltam, fica mais fácil de fazer apostas.

4 comentários:

Leandro disse...

Nunca simpatizei com o Armando Nogueira porque tenho sérios problemas para acreditar que tudo que se fez e ainda se faz nos bastidores do JN e de jornalísticos "globais" em geral possa decorrer de pressões irresistíveis e não por convicção política dos profissionais que lá estão, por mais tímida que seja esta convicção.
Suspeito até que exista no próprio processo de seleção, de escolha destes profissionais, alguma espécie de investigação neste sentido. E isso vale também para os que gostam de lembrar de algum remoto passado esquerdista, mas que hoje não passam de capachos dos interesses da elite nacional por meio do trabalho sujo que fazem para a Família Marinho.
Nesta visão, o fato de invocarem um passado "comuna" parece ter, acima de tudo, um intuito de desqualificação daquelas ideias defendidas no passado. Coisa do tipo "eu era jovem, bobo, inconsequente...". Mas amadureci e estou aqui, cuspindo um monte de barbaridades reaças.
E no que diz respeito ao Armando cronista esportivo, sempre achei tudo que ele dizia ou escrevia de uma chatice atroz.
Óbvio que não comemorei a morte dele, mas penso que outros ícones como Fiori Gigliotti e Osmar Santos eram muito mais significativos e fazem muito mais falta ao jornalismo esportivo.

Edu Maretti disse...

Engraçado que no jornal Visão Oeste que fechei "hoje" quarta-feira (pra sair na quinta, e não na sexta, feriado) abordei tb a Copa do Brasil.

Fiquei estudando as chaves e vejo que, se o Palmeiras não estivesse numa fase tão ruim, seria grande a chance de pegar o Santos na final (os times só podem se pegar na final). O jogo mais difícil do alviverde deve ser contra o Atlético-PR nas oitavas mesmo. Se passar, só tem timeco pela frente (considerando que teria de passar, na pior das hipóteses, por Botafogo e depois Vasco).

Já o Santos, se a famosa zebra da CB não interferir, pode ter no caminho o Grêmio, sempre indigesto, na semifinal.

Digo tudo isso porque, desde que me entendo por gente (e não é tão pouco tempo assim - hehe), nunca tive o prazer de ver uma final Santos x Palmeiras. Gostaria de ver.

Quanto ao comentário acima, do Leandro, é bom ouvir alguém não fazer parte do coro dos discípulos de Armando Nogueira. Meu deus, quanto puxa-saquismo!

Tudo bem, com todo o respeito, "que deus o tenha", como dizia minha avó Milu. Mas aquelas tiradinhas "poéticas" tão citadas não passam de uma fusão tosca de romantismo-parnasiano ou parnasianismo-romântico, sei lá. Mas sempre achei as coisas que ele dizia de "uma chatice atroz" tb.

Agora vendem a ideia de que "inventou" o jornalismo. Inventou o Jornal Nacional, é verdade, e o JN nunca me fez muito bem.

Marcão disse...

Fluminense x Portuguesa pode dar jogo bom.

Anselmo disse...

Maretti, é verdade. só que palmeiras e time ruim na copa do brasil não formam uma combinação boa pro lado alviverde. asa de arapiraca e ipatinga que o digam.