Destaques

terça-feira, novembro 18, 2008

Incentivo para permanecer em áreas de combate

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

O jornal britânico The Guardian informou, no sábado, que as tropas alemãs no Afeganistão receberam cerca de 1 milhão de litros de cerveja no ano passado, além de 70 mil litros de vinho e Sekt (um espumante germânico). Os números chocaram o país, onde é cada vez mais difícil recrutar soldados. De acordo com o jornal, seria uma forma de mantê-los nas áreas de combate. Os números sugerem que os 3,6 mil soldados alemães no Afeganistão consumam 278 litros de cerveja cada um, por ano (!). O The Guardian observou ainda que as tropas britânicas são autorizadas a consumir apenas pequenas quantidades de álcool, enquanto as estadunidenses são absolutamente proibidas de ingerir bebidas alcoólicas. O Ministério da Defesa alemão reagiu friamente à reportagem, dizendo que o consumo está "dentro do permitido" (!!). Thomas Raabe, porta-voz do ministério, acrescentou que as bebidas não são consumidas exclusivamente por soldados, mas também pela polícia alemã, diplomatas e jornalistas (!!!). E aí? Bora pra Alemanha, moçada?

5 comentários:

Brunna disse...

Só se for Alemanha Oriental..

Glauco disse...

Pra ficar no Afeganistão, nem com Anísio Santiago.

Anselmo disse...

Se o azeite é de combate, o bar pode ser considerado área de combate? pq se for, vou querer que o governo alemão financie nossa presença por lá.

Maurício disse...

di maussadi, me inclua nesta guerra. às armas, cidadãos!

Marcão disse...

Mas será que só 278 litros de cerveja por ano são suficientes? Não dá nem 1 litro por dia, pô!