Destaques

quarta-feira, fevereiro 25, 2009

Perdendo a freguesia

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Sexta-feira de Carnaval, nove e meia da manhã. Na calçada de esquina, em frente ao bar, dois foliões cozidos de cachaça dormem um sono de morte. O dono do estabalecimento chega, abre as portas e, com uma vassoura, vai cutucar os inoportunos.

- Pô! Isso é hora de abrir o bar? Muito cedo!, reage, indignado, o primeiro manguaça.

- Ó, é isso aí! Muito cedo! E tem mais: amanhã eu juro que vou procurar outro bar pra dormir!, ameaça, com cara feia, o segundo pingaiada...

4 comentários:

Anselmo disse...

cutucar bêbado de carnaval com vassoura é maldade. o manguaça cidadão precisa garantir os direitos dos ébrios também nessas horas.

Glauco disse...

É uma humilhação sem fim para os pobres foliões.

Chico disse...

Chico e Alexandre. Bar do Tadao, carnaval 2009.

Beto Renzo disse...

Vixi... acho que conheço esses dois.