Destaques

quinta-feira, agosto 20, 2009

Palmeiras perde para o Coritiba e dá mais sopa para o azar

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

A primeira derrota de Muricy Ramalho no comando do Palmeiras foi para o Coritiba por 1 a 0. Os paranaenses saem da zona de rebaixamento enquanto o ainda líder do campeonato cria possibilidades de terminar a rodada fora da ponta da tabela.

Depois de três empates consecutivos e uma derrota, três times podem faturar a liderança. O Goiás joga nesta quinta-feira e pode terminar a rodada na ponta. O próprio Inter que, apesar da derrota para o Corinthians em Porto Alegre, continua com dois jogos a menos a quatro pontos de distância. Até o Atlético-MG pode chegar lá se faturar as partidas que tem a menos. O São Paulo, que dorme na vice-liderança, está apenas um ponto atrás.

O Verdão se atrapalhou. E tem dois jogos decisivos nas próximas duas rodadas, contra o Colorado e o São Paulo.

O gol da vitória do Coritiba saiu aos 45 do segundo tempo, de pênalti. O lance decisivo gerou a expulsão de Marcão, que se enroscou com o ex-palmeirense Thiago Gentil de forma desnecessária, e o árbitro marcou o pênalti. Poderia ter marcado falta do atacante antes, mas só viu o estrago do zagueiro dos visitantes. Nem dá para reclamar.

Foram quatro cartões vermelhos e dez amarelos na partida. Além de Marcão, Pierre foi embora ainda no primeiro tempo. Leandro Donizete e Pereira do Coritiba foram os expulsos. A arbitragem conseguiu se complicar.

Diego Souza foi a principal ausência do Palmeiras. Wendel, Marcos e Edmilson tampouco jogaram, e o time ficou dependente da capacidade de criação de Cleiton Xavier, Souza e Armero. Não foi suficiente para mais do que alguns minutos de domínio da partida no segundo tempo.

Faltaram opções táticas e velocidade nos contra-ataques, movimentação de Obina e gente perto de Cleiton Xavier perto da área para criar jogadas.

É melhor melhorar.

7 comentários:

Maurício disse...

Realmente, o Palmeiras começa a querer se complicar. Isso prova pelo menos um fato. Talvez o Palmeiras seja o melhor time deste campeonato, mas não o é incontestavelmente.
Outra coisa é que o Muricy talvez não seja tão bom assim e é possível que tenha levado sua má fase do São Paulo ao Palmeiras, pra alegria dos tricolores.

fredi disse...

Camarada, Anselmo, vi pouco do jogo porque estava assistindo Inter e Corinthians, mas a fase não é boa mesmo.

Outra coisa para se preocupar. Falam muito que o Galo tem um bom time, mas não tem elenco. E o Palmeiras? Tem um ótimo time titular, mas cadê os reservas? Já havia notado isso no jogo contra o Galo, em que as opções de ataque eram Dayvid Saccone e Willians. Sem Diego Souza e, por incrível que pareça, Obina, a coisa complica...

Glauco disse...

Não vi a partida, mas o lance pra mim não foi pênalti, embora, segundo testemunhos, tenha tido um claro não marcado pelo árbitro no Marcos Aurélio. Por isso nem o Muricy reclamou.

Quanto ao Palmeiras, vai melhorar.

Anselmo disse...

obina estava em campo contra o coritiba e não resolveu.

o fredi tem razão. elenco de qualidade o palmeiras não tem.

e tem a parte física, que já apontaram por aqui e que até a comisão técnica concorda.

apostar em souza e pierre como elementos surpresa, pode funcionar. contar com eles para a criação tbém é um exagero.

não estou tão confiante quanto os secadores.

Anônimo disse...

dúvida,
por que se desculpa um sãopaulinismo exacerbado na coluna do torcedor tricolor e o mesmo não acontece nas colunas do timão ou do verdão?
Geraldo Preto

Moriti disse...

o campeonato é muito fraco na parte técnica e é normal que os times oscilem. mas, se falta talento, está sobrando emoção com este equilíbrio todo. a continuar como está, imaginem o confronto entre São Paulo e Palmeiras daqui duas rodadas!

Maurício disse...

Fora Moriti! Sai zica!