Destaques

sábado, agosto 22, 2009

Palmeiras reencontra vitória diante do Inter

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Os 2 a 1 do Palmeiras diante do Internacional de Porto Alegre, no Palestra Itália foi o reencontro do líder do campeonato brasileiro com a vitória, depois de quatro partidas. Não pode chamar de final a segunda partida do returno. Mas é uma vitória importante.

Para chegar aos 40 pontos, o time lançou mão do uniforme novo, azul com uma faixa branca, que substitui o verde-limão-siciliano que marcou o último ano.

Talvez o time tenha se aproveitado do empenho dos secadores gremistas, comovidos com a semelhança azulada. Talvez a referência à Itália tenha inspirado. Talvez a Cruz de Savóia no peito tenha sido o diferencial.

Ou talvez tenha sido Diego Souza nas jogadas dos dois gols, e os atacantes Obina e Ortigoza marcando gols. Bom, quando o principal jogador do time vai bem e os atacantes comparecem as coisas melhoram... Faz sentido.

A vitória recupera o time do tropeço diante do Coritiba, na quarta, e garante a equipe de Muricy Ramalho na liderança por mais uma rodada. O Inter, depois de mais uma derrota, mesmo se ganhar os dois jogos que tem a menos, não passa de 39 pontos.




O Inter apostou na defesa para tentar surpreender. O Palmeiras contava com a volta de Diego Souza
. Mas foram poucas chances no primeiro tempo. Um pênalti sofrido pelo camisa 7, que representou o nono gol de Obina aos 37 do primeiro tempo, e uma rebarba de chute do mesmo meia aproveitada por Ortigoza aos 2 da etapa final garantiram a vantagem. Juliano diminuiu para o Colorado.

Por um lado, incomoda o fato de o Palmeiras ter recuado na etapa final para evitar o empate. O time fez mais de dois gols num jogo pela primeira vez desde que Muricy assumiu, mas nada de vitória por mais de um gol de diferença.

Valem os mesmos três pontos, mas é o estilo de jogo em que o mínimo basta. A saída de Cleiton Xavier aos 12 prejudicou, mesmo que o time tenha apresentado uma formação das mais ofensivas do ano. Com o Inter mais aberto depois dos 2 a 0, houve chances nos contra-ataques, mas nada de gol. Foi a apresentação mais convincente desde que o técnico assumiu.

Que Jorginho inspire Obina e o resto do time para o desempenho no próximo domingo, contra o ascendente São Paulo.

5 comentários:

Maurício disse...

Desse jeito, ao contrário do que eu disse em outro comentário, o Inter vai mostrando que não merece mesmo vencer esse campeonato. Se essa vitória indicar uma retomada de ritmo, vai ser bem difícil barrar o Palmeiras.

cappacete disse...

É nóisssss!!!!

Fabricio disse...

Quem vai acabar chegando mais longe no Sul é o Grêmio. Só falta começar a vencer fora de casa.

fredi disse...

Não vi o jogo, preferi sair, mas o Palmeiras, se ganhar do SP e mais uma ou duas na sequência, passa a ser favorito mesmo.

Glauco disse...

Passa a ser favorito? Já é desde que o Luxa caiu...