Destaques

domingo, outubro 04, 2009

De virada, Palmeiras vence o time de Luxemburgo

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Em uma partida com lampejos de grande jogo e muito tempo de pelada de segunda categoria, o Palmeiras venceu o Santos na Vila Belmiro. Ou melhor, venceu o time de Vanderlei Luxemburgo por 3 a 1.

Quando o primeiro tempo terminou sem gols, não estava bom, mas nem tão ruim comparado ao que se vislumbrava quando o time da casa abriu o placar. O gol santista amadureceu com jogadas construídas por Madson, até que Luizinho marcou da entrada da área, aos 9. Depois, Kléber Pereira não alcançou uma bola por pouco. Mas, do meu ponto de vista, tudo melhorou. E muito.

O empate veio com Diego Souza, aos 18. A virada, aos 27 com Robert, que entrou na vaga de Obina. Depois, aos 31, Vagner Love aproveitou a sobra de um belo contra-ataque puxado por Cleiton Xavier que enfiou para Robert, com direito a grande bobeada da defesa.

No final da partida, o árbitro ainda foi protagonista de uma lambança. Neymar foi derrubado a um palmo da área. Primeiro, deu pênalti. Diante da reclamação dos jogadores palmeirenses, consultou o bandeira para marcar falta fora da área.

Os jogadores de frente do Palmeiras foram bem, mas apenas em alguns momentos. Bastou. Diego e Vagner Love foram decisivos. Figueroa cruzou para o gol de empate e mandou avisar que Wendel não volta, porque ele é o lateral capaz de fazer os chuveirinnhos que Muricy Ramalho tanto preza.

Com o futebol que apresentou até tomar o gol, o time fica longe de ter pinta de campeão. Depois de ficar atrás no marcador, acordou e foi objetivo ao extremo. Reação de gente grande. Mas também são coisas de clássico.

O mais curioso é ter a sensação de que, tão importante quanto manter os cinco pontos de vantagem na liderança do campeonato, é muito bom ter vencido Luxemburgo.

P.S.: O que aconteceu com o Goiás que tomou de 3 do Botafogo? E com o Grêmio, que empatou em 3 a 3 com o Sport no Olímpico?

6 comentários:

brunna disse...

"assisti" no minuto a minuto do uol. sem emoção nenhuma.... Mas deu certo.da-lhe parmera!

Fabricio disse...

Acho que a pinta de campeão que estão colocando se dá muito mais no fato de o Palmeiras ao menos ter lampejos de bom futebol, ao contrário de todos os concorrentes ao título até então.

Mas ainda falta MUITA coisa e continuo vendo alguns outros times além de Palmeiras e São Paulo ainda com chances.

Moriti disse...

Olha, o Palmeiras realmente tem uma linha de ataque de respeito com Cleiton, Diego e Vágner, mas o restante do time é comum. A defesa, por exemplo, é bastante limitada. O fraco time do Santos, a certa altura, furava fácil o bloqueio da zaga e não ampliou o placar por falhas de finalização de Kléber Pereira e Neymar. Então, embora acredite que o Verdão tenha grandes chances, mais pela aplicação que tem mostrado, creio que São Paulo e Atlético Mineiro - com a bela ajeitada no elenco - vão incomodar. Ainda resta saber como o Inter, sem o Tite, vai se comportar.
Sobre o Goiás, a resposta é simples: o time é limitado e joga bem nos contra-ataques. Quando toma o primeiro gol...
Já com o Grêmio, a zagueirada tava num dia que vou te contar!

Marcão disse...

Muricy tetra. Verdadeiramente, um mito.

RONALDOTAL disse...

sei que não tem nada haver com o post,
mas vai mais uma vez meu PROTESTO:
EXCLUSIVIDADE DO NAVIO DO TIMÃO NA energia97, NÃO,NÃO,NÃO,NÃO,NÃO,NÃO,NÃO,NÃO,NÃO,NÃO,NÃO,NÃO,NÃO,NÃO,NÃO,NÃO,NÃO,NÃO,NÃO,

Nicolau disse...

O Inter fechou com Mario Sérgio Pontes de Paiva, vulgo Rei do Gatilho. Acho que podemos considerar um concorrente a menos no páreo...