Destaques

quarta-feira, fevereiro 07, 2007

O São Paulo não caiu para a A-2 do Paulista

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Ganhei do companheiro Glauco, como presente de aniversário, um livro que conta a história do São Paulo FC através de 41 partidas, de autoria de Conrado Giacomini. Tem muitas histórias legais e coisas que eu nunca tinha ouvido falar. Entre elas, a verdade sobre o suposto “rebaixamento” do clube no Paulistão de 90. Eu mesmo acreditava que o time tinha caído para a A-2 e que tinha havido uma vergonhosa virada de mesa para que permanecesse na elite no ano seguinte – ainda mais porque o São Paulo foi o campeão paulista de 91. Mas, para minha surpresa, não foi o que aconteceu.

A culpada de toda a confusão é a Federação Paulista. Antes de o campeonato de 90 começar (ANTES, que fique bem claro), a FPF definiu um regulamento esdrúxulo que NÃO PREVIA REBAIXAMENTO PARA A SÉRIE A-2 NAQUELE ANO. Para complicar ainda mais, os 24 clubes começaram disputando 12 vagas para a fase final. Já os 12 que não conseguiram formaram dois grupos de 6 que, no período da Copa do Mundo, definiram mais dois times (o campeão de cada grupo) para a fase final.

Ou seja: a fase final foi jogada com 14 times: os 12 que se classificaram no início e mais dois que saíram da repescagem. Acontece que o São Paulo, do técnico Pablo Forlan (foto), não se classificou entre os 12, inicialmente, e, na repescagem, disputou a liderança, no seu grupo, com o Botafogo de Ribeirão Preto. Mas ficou dois pontos atrás da equipe do interior e não conseguiu vaga na fase final do campeonato. Só isso.

Mesmo que o regulamento previsse rebaixamento, Inter de Limeira, Noroeste, Ponte Preta e Santo André ficaram ABAIXO do São Paulo em seu grupo de repescagem (sem contar os cinco do outro grupo que também não conseguiram vaga para a fase final). Se caíssem quatro clubes naquele ano, como hoje, seriam os dois últimos de cada grupo da repescagem. E o São Paulo, como vice no seu bloco (entre seis clubes), não estaria incluído, de forma alguma. Na pior das hipóteses, entre 24 clubes, terminou em 16º.
A pecha de “Segunda Divisão” surgiu na imprensa, a partir do que o estapafúrdio regulamento previa para o Paulistão do ano seguinte. Já estava definido que, em 91, o campeonato seria dividido em dois grupos: um com os classificados da fase final de 90; e outro com os que ficaram na repescagem, mais quatro que subiriam da A-2. Daí, a imprensa batizou esses dois grupos (com toda razão, aliás) de “Paulistão” e “Paulistinha” – apesar de ser tudo Primeira Divisão.

O São Paulo integrou o “Paulistinha”, não porque havia sido rebaixado, mas apenas por não ter conseguido passar para a fase final em 90. De toda forma, foi uma humilhação sem precedentes e, além dos rivais, a própria torcida considerava o time “moralmente” rebaixado. Para piorar, o São Paulo atropelou os mais fracos no “Paulistinha” em 91 e, por isso, pôde eliminar o Palmeiras na semifinal com a vantagem do empate, pela “melhor campanha” (depois bateu o Corinthians na decisão).

Isso também é uma vergonha incontestável. Mas é bom que fique claro que, pra variar, tudo aconteceu a partir dos absurdos da FPF. Uma coisa é fato: o São Paulo não caiu em 90 e não existiu virada de mesa. Houve, sim, mais uma série de injustiças pré-definidas a partir de regulamentos sem pé nem cabeça - algo (muito mais) corriqueiro naqueles tempos.

12 comentários:

olavo disse...

Digamos que o São Paulo foi semi-rebaixado. Esse regulamento foi repetido por outros anos no Paulistão, com a fase final reunindo times vindos da elite e de níveis inferiores. Em 1993, por exemplo, Ferroviária e Novorizontino foram até as semis na luta pela taça - e o Novorizontino chegou a vencer o Santos na Vila, veja que coisa.

O que se pode chamar de uma pequena virada de mesa pró-tricolor é que em 1991 subiam três times para a semifinal; em 1993, eram dois; e em 1995, apenas um (foi o Mogi Mirim).

Marcão disse...

Ps.(que deveria estar no post, mas vai aqui mesmo): postei essa foto porque o Forlan tá com uma cara indiscutível de manguaça...

Marcão disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marcão disse...

Você também tem uma "semi-razão", Olavo. O que eu quis esclarecer é que o São Paulo não foi rebaixado (e nem seria, se o regulamento previsse) e que não houve virada de mesa. Já tava tudo premeditado (e errado), antes mesmo de o Paulistão 90 começar. Isso é uma coisa. O que você está ressaltando é outra: o fato de o São Paulo ter chegado à fase semifinal de 91 e ter levado vantagem por "melhor campanha" eu mesmo classifiquei como "vergonha incontestável" e concordo contigo. Quando o Mogi entrou na dança em 95, eu já trabalhava na editoria de Esportes do Diário Votura, de Indaiatuba (SP), e escrevi um artigo virulento contra o ridículo do regulamento (ainda mais porque, no ano anterior, o Palmeiras havia sido um legítimo campeão por pontos corridos). Repito: uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. O SP não caiu em 90 e, mesmo por isso, não existiu virada de mesa. Mas foi favorecido injustamente em 91. Não há dúvida.

Anônimo disse...

ah, tá.

bambi...

Martins Afonso (Assis SP) disse...

Os bambis nunca vão admitir que foram para a segundona do paulistão; assim como nunca vão admitir que são um bando de viados e que frequentam a sauna gyi porque são geys

Luiz Ricardo disse...

Se for assim, o Bragantino, depois que subiu para a 1ª divisão em 89, nuca mais caiu para a segunda divisão, pois quando terminou em penúltimo em 97 no Paulistão, caiu para o paulistinha, onde ficou até retornar em 2006 para o paulistão.

O Paulistinha era a série A2, o Paulistão série A1 e o Paulisteca a série A3.

A segunda divisão são as séries B1 A e B e B2 A B.

Anônimo disse...

O CORINTHIANS FICOU EM ULTIMO EM 87,SE O CAMPEONATO DAQUELE ANO FOSSE SERIO O CORINTHIANS TERIA DE SER REBAIXADO,E NÃO FOI.
O CORITHIA DEVIA DE DESPUTAR A SERIE B EM 88.

silvaney disse...

que nada o sao paulo caiu e pronto serie A2 do paulistao kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Não caiu uma ova,me engana que eu gosto, foi uma tremenda virada de mesa entre a FPF e SPFC na época uma vergonha.Até o Telê ficou envergonhado e contra esta vergonhosa virada tão feia qto a do Fluminense da 3a. para primeira no Brasileiro de 2000 (FamigeradaCopa JHavelange.
Cido Rio Claro - SP

Anônimo disse...

Se você não sabe fica quieto, naquele ano e regulamento não previa rebaixamento, vai ler o regulamento e a história pra postar um comentário

Anônimo disse...

olha ressuscitaram essa porra era de 2007