Destaques

segunda-feira, novembro 19, 2007

Palhaçada

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Sport campeão brasileiro de 1987 (CBF) - Em pé: Betão, Estevam Soares, Flávio, Rogério, Marco Antonio e Zé Carlos Macaé; Agachados: Robertinho, Ribamar, Nando, Zico e Neco (Técnico: Jair Picerni)

Essa história de troféu "das bolinhas" (foto ao lado) para o São Paulo, de Flamengo pentacampeão brasileiro ou Sport campeão de 1987 já está beirando as raias do absurdo. Leio agora, nos jornais, que o Sport está preparando uma grande festa para seu último jogo na Ilha do Retiro este ano, contra o Cruzeiro, no sábado (24/11) - com direito a exibição do troféu de campeão brasileiro de 1987. Não sei não, mas acho que vai ter até volta olímpica (!). Para mim, o Flamengo é penta. Mas, por considerar o Torneio Roberto Gomes Pedrosa, disputado entre 1967 e 1970, como um legítimo Campeonato Brasileiro, o primeiro penta foi o Palmeiras, que depois tornou-se hexacampeão (1967/ 1969/ 1972/ 1973/ 1993/ 1994). Portanto, por culpa única e exclusiva da CBF, que não reconhece o Robertão e que promoveu as confusões em 1987 e 2000 (a estapafúrdia Copa João Havelange), temos de agüentar agora essa palhaçada do Sport, do Flamengo e do São Paulo. Quer saber? Desmontem o troféu e entreguem meia dúzia de bolinhas para cada time! E chega de conversa mole!

Flamengo campeão da Copa União de 1987 - Em pé: Leandro, Zé Carlos, Andrade, Edinho, Leonardo e Jorginho; Agachados: Bebeto, Aílton, Renato Gaúcho, Zico e Zinho. (Técnico: Carlinhos)

8 comentários:

Marcão disse...

Observações pós-post:

1 - Atrás de Betão, primeiro em pé, à esquerda, na formação do Sport, tem uma propaganda da "finíssima" cachaça Pitú;

2 - Além de terem uniformes rubro-negros muito semelhantes, Sport e Flamengo tinham, em suas escalações, um Zico no meio-campo(guardadas as devidas proporções, lógico);

3 - No time do Sport, além do hoje técnico Estevam Soares (ex-Portuguesa, São Paulo e Taquaritinga), há também, de mais conhecido, o ponta Robertinho (ex-Fluminense, Flamengo e seleção brasileira - em 1996, erá técnico do Rio Branco de Americana);

4 - No Flamengo, vemos entre os figurões Leandro, Andrade, Edinho, Bebeto, Renato e Zico, vemos "estreantes" que depois fariam muito sucesso: o goleiro Zé Carlos, os laterais Leonardo e Jorginho (ambos seriam tetracampeões pela seleção em 1994) e o meia Aílton, que marcaria o gol do título brasileiro do Grêmio contra a Portuguesa, em 1996.

Glauco disse...

O Flamengo é campeão porque qualquer outro grande que chegasse à final não cruzaria com o Sport e Guarani. Ponto.
Mas não tem nada a ver isso com o Robertão até porque, se o critério fosse esse, o primeiro pentacampeão brasileiro seria o Santos, que venceu a Taça do Brasil cinco anos consecutivos, que foi o primeiro torneio nacional organziado aqui.

Marcão disse...

A Taça Brasil, Glauco, pode ser considerada uma "proto-Copa do Brasil": reunia todos os campeões estaduais, em jogos mata-mata. Os campeões de Rio e S.Paulo só entravam na reta final. Meio estranho considerar como "campeonato brasileiro". Na campanha do penta, por exemplo, o Santos disputou apenas 4 jogos em 61, 5 em 62, 4 em 63, 6 em 64 e outros 4 em 65.

Os campeões:
1959 - Bahia
1960 - Palmeiras
1961 a 1965 - Santos
1966 - Cruzeiro
1967 - Palmeiras
1968 - Botafogo

Já o Roberto Gomes Pedrosa reunia clubes do Rio, S.Paulo, Rio Grande do Sul, Minas, Paraná, Bahia e Pernambuco. Na primeira edição, em 1967, a organização foi das federações paulista e carioca (que ampliaram e extinguiram o Torneio Rio-São Paulo). Já entre 1968 e 1970, a CBD (atual CBF) assumiu e a competição passou a ser conhecida, também, como Taça Brasil. Para se ter uma idéia da diferença, peguemos novamente o exemplo do Santos, que, para ser campeão em 1968, fez 19 partidas.

Os campeões foram:
1967 - Palmeiras
1968 - Santos
1969 - Palmeiras
1970 - Fluminense

Penso, portanto, que todos são torneios nacionais. Mas a Taça Brasil está mais para a Copa do Brasil e o Roberto Gomes Pedrosa, para o Brasileirão.

Glauco disse...

Fórmula é fórmula, o que defendo é que a Taça Brasil, até surgir o Robertão, era o único torneio nacional, portanto indicava inclusive os representantes brasileiros pra Libertadores. Tinha outro torneio? Não. Então campeão brasileiro era quem era campeão da Taça Brasil.
O Robertão era muito diferente do atual Brasileiro, não tinha descenso, foi decidido na maior parte das vezes em quadrangular de turno único (ah, as aberrações) e, ao contrário da Taça Brasil, não reunia campeões estaduais (que eram os grandes torneios da época), ou seja, critério técnico zero para definir os participantes, o único que valia era a "tradição". Se um campeonato de times fixos pode ser considerado "campeonato brasileiro", então qualquer um pode.

Guillermo disse...

Pra mim o problema está em só agora o Flamengo reclamar ser penta ou não.

Seria a mesma coisa que completar a cartela do bingo e quando a "segunda" pessoa completar reclamar que já tinha completado antes.

Os critérios são totalmente discutíveis. Para a cbf só vale os torneios que ela promove e não vejo nada de errado nisso. Como o troféu é concedido pela cbf, o que vale são as regras dela, ou seja: spfc é o primeiro penta campeão e portanto merecedor do troféu por atender um dos critérios.

O resto com direito a taça de isopor e time campeão da época comemorarem agora só pode ser coisa de retardado, pois o fato foi há VINTE anos. Se tivessem discutido na época ou quando o flamengo completou o seu penta (tetra-cbf + copa união) seria pertinente. Definitivamente não agora.

Abraço e DÁ-LHE GRÊMIO!!!

Guillermo disse...

Acho que houve alguns equívocos na definição para considerar o premiado com a taça.

O critério para dar a taça é o seguinte:

- 3 títulos consecutidos OU
- 5 títulos não-consecutivos

com a contagem valendo desde 1971, ano do primeiro Campeonato Brasileiro.

DÁ-LHE GRÊMIO!!!

Guillermo disse...

Guillermo em chamas... 3 posts em sequência (daqui a pouco vou querer minha taça também...:D)

Esse time do Flamengo é o mais gremista:
- ganhou em 87 do time da beira da lagoa (lembro meu desespero na praia torcendo pelos rubro-negros)
- Portaluppi, chamado do Mampituba pra cima de Gaúcho, o autor do gol do Mundial 83
- Edinho, capitão do título da primeira Copa do Brasil em 89
- Ailton, anteriormente citado, o autor do gol do Campeonato Brasileiro 96
- Zinho, capitão do tetra da Copa do Brasil 01

DÁ-LHE GRÊMIO!!!

p.s.: promete que agora paro de comentar (neste post... hehehe)

ahmed disse...

أما بالنسبة لشكلها ، فهي تتميز بلون غامق ورؤية عينيها لها أجنحة ، تتألف من جنود وملوك وملكات وجنود. ارخص شركة مكافحة حشرات