Destaques

segunda-feira, fevereiro 02, 2009

Pronto, perdeu

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Depois de cinco meses e meio, 22 jogos, 14 vitórias e 8 empates, o São Paulo voltou a ser derrotado ontem, por 2 a 0, pelo Santo André. Nada de muito anormal, visto que o time disputa o Campeonato Paulista em ritmo de treino, mas é sempre vexame perder em casa, diante de sua torcida (e sem marcar um gol sequer). Não vi nem ouvi o jogo, mas o noticiário de hoje diz que o time levou um gol logo no início, de Osny, numa bobeada da defesa após cobrança de escanteio. Como era de se esperar, o Ramalhão recuou, mas desnecessariamente, pois o São Paulo não conseguiu levar perigo algum ao goleiro Neneca - pelo jeito, a reedição da dupla Dagoberto-Washington deu com os burros n'água. Ainda no primeiro tempo, o eterno Marcelinho Carioca perdeu um gol feito na cara de Rogério Ceni. Mas a pá de cal veio no início da segunda etapa, quando Júnior Dutra passou por quatro defensores sãopaulinos e marcou um golaço, no ângulo. Miranda foi expulso e o Santo André só administrou. Com isso, a impressão de que Palmeiras e Corinthians vão se cruzar na reta final está cada vez mais patente...

6 comentários:

Fabricio disse...

O Muricy é com certeza um dos melhores técnicos do Brasil, mas chega a ser chata a arrogância dele.

Deixar o Borges na reserva foi um erro. Deveria ter saído com ele e deixado o Dagoberto pro segundo tempo.

Mas claro que ele nunca erra: "O time jogou mal e pronto, só isso".

Thalita disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Thalita disse...

arrogância? Não acho o Muricy arrogante. Acho essa resposta muito melhor do que ficar arranjando desculpa esfarrapada. E se o São Paulo se apresentou tarde e planejou usar o Campeonato pra ganhar ritmo, e também não quer usar intensivamente nenhum atleta, não tem erro na decisão de deixar o Borges no banco.
Perder é ruim, claro,dentro de casa pior ainda, sem ameaçar o gol adversário é um desastre (se bem que mandar seis bolas na trave, como o Santos fez, deve ser mais desesperador). Mas as circunstâncias são essas, fazer o que?

Leandro disse...

Carrasco é carrasco.
Foi só virem o Marcelinho e...

Marcão disse...

Apesar da provocação, o Leandro atentou para uma coisa certa. Desde o ano passado que o Marcelinho Carioca vem jogando de forma mediana, mas regular. Foi útil para o Santo André subir para a Série A do Brasileirão e exerce papel de comando em campo. Contra o São Paulo, teve boa atuação e teria sido o melhor em campo se marcasse o gol que desperdiçou frente ao Rogério Ceni. Na humildade, Marcelinho merece respeito.

Maurício disse...

Marcão, já tá secando a reta final??? Sai pra lá, zoiudo!