Destaques

sábado, maio 02, 2009

O Corinthians como 'cupido' de Pepe e Pelé

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

No encarte especial "Paixão alvinegra", do Lance! de hoje, o eterno Pepe, "Canhão da Vila", descreve os bastidores do romance com sua esposa Lélia:

"O clássico mais especial que eu disputei em Santos e Corinthians aconteceu no dia 7/12/1958, na Vila Belmiro. Nós goleamos por 6 a 1 e eu marquei um dos gols. Fiquei tão empolgado com a vitória e com o meu gol que depois da partida eu estava passeando em São Vicente e criei coragem para ir falar pela primeira vez com a Lélia. Hoje estamos casados há 45 anos e a nossa primeira troca de palavras aconteceu naquela noite, mais precisamente na Biquinha (local famoso de São Vicente). Eu sempre fui muito tímido e a Lélia sempre passava em frente à mercearia que o meu pai tinha. Existia aquela troca de olhares, porém eu nunca tinha coragem de puxar papo. Aquela vitória contra o Corinthians eu diria que foi o pontapé inicial para o meu relacionamento. Por isso tenho certeza que aquele clássico é o mais importante que disputei."

O mais curioso é que o Corinthians também interferiu na aproximação de Pelé com sua primeira esposa, Rosemeri. Ambos assistiam a um jogo de basquete e o jogador abordou a moça, que revelou ser corintiana e perguntou se ele tinha bronca do clube, pois sempre marcava gols pelo Santos nesse clássico.

2 comentários:

Maurício disse...

Aprendi no bar Roxão: "Em cada derrota um aprendizado" e "Ninguém é pobre quando ama".

Nicolau disse...

Grande Biquinha!