Destaques

sábado, maio 02, 2009

Muricy dá outra espetada em Luxemburgo

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Mais uma vez, o técnico do São Paulo, Muricy Ramalho (foto), não perdeu a chance de dar mais um cutucão no colega de profissão Vanderlei Luxemburgo, técnico do Palmeiras. Depois de opinar polemicamente que "a Libertadores é mais fácil que o Brasileirão", Muricy deu a irônica justificativa:

"A Libertadores é mais fácil de ganhar do que campeonato de seis meses com pontos corridos. Não depende muito do técnico, mas sim de o Xavier (Cleiton, jogador do Palmeiras) acertar um chute do meio-de-campo."

Ps.: Falando em Libertadores, a gripe suína fez com que a Conmebol adiasse o jogo de ida do São Paulo contra o Chivas Guadalajara, pelas oitavas de final, em uma semana. O México é o foco original da doença e, por isso, a partida não será realizada lá. Nesta semana, as autoridades sanitárias de Bogotá (Colômbia) e Santiago (Chile) proibiram a recepção do jogo. Tudo indica que será disputado no Uruguai ou no Paraguai.

8 comentários:

Anônimo disse...

que nada, o Muricy não tá pegando no pé do Luxemburgo, já tá preparando desculpa pra uma eventual derrota.

Arvro disse...

Faz sentido o comentário acima... também conhecido como "tirar o dele da reta!"

André Augusto disse...

Espetada nada, foi direto ao ponto mesmo...

Anônimo disse...

que nada, o Muricy não tá pegando no pé do Luxemburgo, já tá preparando desculpa pra uma eventual derrota. Essa não entendi, não são os porcos que vivem sendo eliminados pelo tricolor na Libertadores? O povinho com memória curta.

Maurício disse...

Pois é, não entendi por que essa preocupação toda em cutucar o Luxemburgo. Tá mais com cara de preparação de desculpas, mesmo. Será que o Muricy já está perdendo o fôlego também?

Leandro disse...

Esta daqui o dileto camarada futepoquista Glauco deve ter adorado.

Fabricio disse...

Acho que não basta um chute daqueles ou um gol de bunda do Dagoberto pra ganhar a Libertadores. Achei bem infeliz esse comentário do Muricy. Só falta não querer ficar no banco também, já que técnico não faz diferença.

Marcão disse...

Faz sentido mesmo a "preparação de desculpa", e com um agravante: o São Paulo vai perder porque não tem o Cleiton Xavier para acertar um chute o meio da rua...

E tem, também, uma ponta de soberba, ao dizer que trabalho de técnico só aparece em campeonato de oito meses com pontos corridos, como aqueles que ele ganhou nos últimos três anos. Menos, Muricy, menos...

Ps.: Mas provocar o Luxemburgo sempre é interessante.