Destaques

terça-feira, agosto 11, 2009

Estudo relaciona consumo de refrigerante a problemas no fígado

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Ian Britton/Free-Photos
Nem só no álcool se originam os problemas no fígado. Muito refrigerante e muito suco de frutas a longo prazo pode causar danos hepáticos. A conclusão é de estudo realizado no Ziv Medical Center in Haifa, em Israel, que sugere a substituição das bebidas por água. O levantamento foi publicado no Journal of Hepatology.

Segundo Nimer Assy, em entrevista a Israel 21C, pessoas que bebem mais de meio litro dessas bebidas por dia (dois copos ou menos de duas latinhas) tem cinco vezes mais chances de desenvolver esteatoses no fígado – acúmulo de gordura. Se a prática permanecer por muito tempo, isso pode ainda contribuir para diabetes e doenças cardíacas, além de cirrose e tumores neste órgão cultuado pelos apreciadores da manguaça.

Foram 90 os cobaias, ou melhor, os pacientes analisados, sendo metade de cada gênero e todos na faixa dos 40 a 50 anos. Eles não tinham fatores considerados de risco para acumular gordura no fígado – como consumo de álcool em excesso, obesidade e diabetes. Entre as pessoas que tiveram o problema, 80% consumiam mais do que meio litro de refrigerante ou suco todos os dias. No grupo de controle, 17% exageravam nas bebidas docinhas.

A vilã apontada por Assy é a frutose, absorvida pelo fígado que a metabolisa em gordura. O consumo da fruta in natura, que tem fibras, compensa o estrago. Apesar disso, ele incluiu os refrigerantes diet e light na lista dos não recomendáveis por acreditar que os adoçantes devem ter o mesmo tipo de efeito. Ele admitiu que os dados não são conclusivos a esse respeito, porque essa parte do levantamento ainda está em realização.

Nenhuma vantagem foi apontada para quem substituir o consumo de sucos de fruta e refrigerantes por bebidas alcoólicas. Como a amostra é toda de meia idade, permanece a dúvida sobre o encaminhamento a dar para os pedidos da criançada.

Mas fica o alerta para quem pensa em tentar, na mesa de bar, acompanhar com refrigerantes o ritmo da cervejinha. Se bem que ninguém faria isso...

3 comentários:

Brunna disse...

Taí, eu sempre disse isso.
Pela proibição dos refrigerantes, acionemos o Zé Serra!

Alewfs disse...

Bacana o post. Todo mundo sabe que refri faz mal, mas ninguém pára de beber, é meio que uma reação em cadeia... Começa no fígadu e vai pro... :)

LinkC disse...

Isshh... eu JÀ tenho esteatose... e troquei tudo por suco naturais como laranja+beterraba+maçã que me disseram que é um santo remédio para o fígado... agora vem esta notícia.. "tofu"... então.. LOL...