Destaques

segunda-feira, setembro 01, 2008

Diego Souza resolveu ontem, mas o Grêmio continua longe

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Kléber tomar cartão amarelo e Vanderlei Luxemburgo reclamar da arbitragem não são novidades. O Palmeiras com três volantes e aproveitando apenas os contrataques tampouco.

Ganhar como visitante, já foi a terceira. O pênalti para o Atlético-PR foi mandraque. Mas Diego Souza fazer a diferença é que foi novidade. Incensaram o cara antes e depois da partida. No durante, ele resolveu. Esperamos ver esse filme de novo em partidas futuras.

Viva!



Grêmio

Depois da vitória sobre o Vasco no Olímpico por 2 a 1, Celso Roth disse que o momento é perigoso para o Grêmio, que vai ter que vencer como visitante no Rio de Janeiro o Fluminense (15º) para manter os cinco pontos de diferença que possui hoje sobre o segundo colocado. Cinco. Enquanto isso, o Verdão vai ter que superar o Sport (9º), em casa.

Peraí: cinco pontos é licença para perder fora de casa e até para empatar como mandante no jogo seguinte. A responsabilidade é toda verde e branco na perseguição.

Mas comecei a analisar os próximos rivais de cada time. Só na 34ª rodada é que tem o confronto direto, daqui 11 rodadas. Sabe-se lá se ambos continuarão na disputa – meu palpite é de que sim. Antes disso, as chances de tropeço são grandes para todo lado.

Nas próximas rodadas, o maior problema, por questões de classificação na tabela, é do Palmeiras no Mineirão, contra o Cruzeiro (3º), dia 13 de setembro. Depois, por questões de tradição, do Grêmio com o Inter (11º), no clássico regional, no fim do mês.

Como tropeços vão acontecer dos dois lados (e por parte dos outros times na briga pelo G4 e pelo título), o Grêmio não perde a primeira posição muito cedo, a não ser que inesperadamente entregue dois jogos. Pouco provável.

E é melhor o time de Luxemburgo se manter esperto no Brasileiro, porque o Cruzeiro está mais perto do que o Grêmio. Evidentemente o time com nome de constalação também precisa se cuidar com a Estrela Solitária, a um pontinho, mesmo depois de dois empates consecutivos que interromperam a sequência de cinco vitórias alvinegras.

5 comentários:

Glauco disse...

Curioso é que quando o Flamengo por cinco pontos, era uma vantagem "confortável". No Domingo, escutei em três veículos diferentes que o Grêmio "só" tinha cinco pontos sobre o Palmeiras... Vai entender a imprensa esportiva.

Marcão disse...

Esse Diego Souza é bola. Pode ter passado por um período ruim, mas agora, sem o Valdívia, pode procurar sua posição correta e jogar com mais liberdade. Quem dera tivesse um cara desses no meu time...

Glauco disse...

Não quero pegar no pe de nnenhum "gênio", mas ela estava querendo fazer do Diego Souza um meia, quando ele é um cara que joga mais encostado no ataque. A saída do Valdívia deu uma bela ajuda pro provável técnico da seleção brasileira.

Nicolau disse...

Sobre Seleção, eu prefiro o Muricy.

steve disse...


شركة تظيف مكيفات بالرياض
شركة تنظيف افران الغاز بالرياض
شركة تركيب غرف نوم بالرياض
شركة تركيب مكيفات بالرياض
شركة تركيب اثاث ايكيا بالرياض