Destaques

terça-feira, setembro 01, 2009

Convocação para o sub-20 e os problemas de sempre

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Foto: Santos FC
A CBF anunciou nessa segunda-feira a convocação da seleção brasileira que jogará o Mundial Sub-20 do dia 24 desse mês a 16 de outubro, no Egito.

O grupo tem nomes plenamente desconhecidos do torcedor médio - até aí, essa deveria ser a regra de uma seleção de base. Afinal, tratam-se de garotos que têm menos de 20 anos e que, portanto, nem deveriam entrar em campo nos quadros principais das equipes a que estão vinculados.

Mas não é o que ocorre, e todos sabemos disso. Com a saída cada vez mais precoce de jogadores do futebol brasileiro, recorrer à garotada se tornou uma prática mais do que essencial em todos os times do futebol nacional.

Por conta disso, a lista do técnico Rogério Lourenço tem atletas que são titularíssimos em equipes desse Brasileirão.

O mais célebre é Paulo Henrique, o popular Ganso, camisa 11 do Santos e intocável na formação atual da equipe da Vila. Além dele, há outros como Sandro (Internacional, chamado recentemente para a seleção principal), Giuliano (também do Inter), Rafael Tolói (Goiás) e o corintiano Boquita, que não é titular do time de Mano Menezes, mas frequentemente vem sendo aproveitado.

É legal para esses garotos a oportunidade de jogar um campeonato mundial. Mas a torcida de seus times - incluindo este que vos fala - vai à loucura. Afinal, o Mundial será jogado no Egito enquanto o Brasileirão pega fogo por aqui e esses nomes farão falta, muita falta.

Serão no mínimo seis partidas de ausência.

O Santos, lamentavelmente, já disse que não vai solicitar a permanência de Paulo Henrique. Não sei a posição de Goiás e Internacional, postulantes ao título do Brasileirão.

Vale lembrar que a mesma CBF que tirará jogadores da disputa do Brasileirão, fez coisa igual durante a Libertadores da América e não se atreve a contestar a negativa quando um clube europeu se recusa a ceder um atleta - é só lembrar o que ocorreu em 2004, quando Kaká não pôde disputar o pré-Olímpico com o Brasil.

Sei que falar mal da CBF é chover no molhado, mas tem horas que não dá pra não o fazer.

Veja a lista completa dos convocados, acompanhada de uma boa análise, no Olheiros.

O Mundial
O Mundial Sub-20 tem 24 participantes e regulamento similar ao que a Copa do Mundo teve entre 1986 e 1994 - seis grupos de quatro equipes, com a classificação dos dois melhores de cada chave mais os quatro primeiros colocados. O Brasil está no Grupo E, ao lado de Costa Rica, República Tcheca e Austrália. A principal ausência do mundial é a da Argentina, que é (com sobras) a maior vencedora da história do torneio - são seis títulos. O Brasil busca o penta. O último triunfo canarinho foi em 2003, com um grupo que contava com nomes como Nilmar, Daniel Alves e Dagoberto.

6 comentários:

Saulo disse...

Esse Ganso tá muito bem e vai ser vendido logo.

Anselmo disse...

por que a argentina nao disputa?

aliás, um estudo interessante seria checar qtos titulares d sub20 chegam a ser titulares da seleção principal. melhor ainda seria fazer isso tbem com a seleçao argentina.

gerson disse...

Falei sobre isso lá no blog e sobre a inutilidade dessas seleções de base para os jogadores que já estão no profissional.

olavo disse...

Anselmo, incompetência hermana. Eles ficaram em último lugar hexagonal final do Sul-Americano, disputado no começo do ano, e que foi a classificatória para o Mundial.

Veja: http://www.rsssf.com/tabless/sa-u20-09.html

Fabricio disse...

Ao mesmo tempo que titulares absolutos nos clubes são convocados, alguns que não merecem sempre estão na lista. Provavelmente por influência de empresários.

fredi disse...

Para variar, vou discordar. Acho importante disputar competições importantes como o Mundial.

Se fosse um amistoso na Arábia, claro que seria contra. Mas jogar um mundial sub-20 pela seleção brasileira é importante sim.

Pergunte a qualquer um desses jogadores se não quer ir ao mundial.