Destaques

quarta-feira, maio 04, 2011

Verba menor OU por quê a 'grande imprensa' detona Lula

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Uma materinha muito elucidativa do O Globo de hoje, com a ministra da Secretaria de Comunicação Social, Helena Chagas, confirma, com todas as letras e números, o que eu, como jornalista e frequentador dos bastidores dos meios de comunicação, canso de apontar para os anti-lulistas e anti-petistas como PRINCIPAL motivo de a chamada "grande imprensa" bater tanto em Lula e no PT:

Pelas informações da ministra, até o início do primeiro governo Lula, o dinheiro da publicidade era repartido entre 400 empresas. Agora, oito anos depois, a verba é destinada a aproximadamente 6 mil empresas.

Como diria nosso amigo Glauco: "Difícil ou fácil?".

6 comentários:

noemi disse...

ei! você vai gostar de conhecer o blog www.doninhoaoanel.blogspot.com
também é sobre futebol!

Nicolau disse...

É bem fácil, e parte do caminho para a tal da democratização das comunicações.

Gustavo disse...

Marcão,

Isso é louvável. Ainda bem que houve uma maior democratização da verba de publicidade. Mas não são só maravilhas nos governos petistas, basta ver o que tá acontecendo na Bahia: o Wagner (homem da barba de 500 mil) simplesmente não pagou os salários dos professores das Universidades Estaduais em greve (nem os dias trabalhados de abril). Ou seja, tá usando novamente o expediente do carlismo. Nem parece PT, aquele do ABC. O negócio lá tá parecendo a Revolução dos Bichos.

Comunista que Não Presta Contas disse...

Por gentileza, ponha números para eu entender:

1 - Quanto foi, per capita, a verba para cada uma das empresas nos 8 anos de FHC? Quantas empresas? Qual o total de R$?

2 - Idem ibidem para os 8 anos de Lula.

3 - Quesito 2 menos quesito 1, e quesito 2 dividido pelo quesito 1, qual a realidade que se espelha agora?

Gratíssimo pela atenção.

Marcão disse...

Dados do "Blog do Radiodifusor", de 4 de janeiro de 2011:

"O valor total gasto nos dois mandatos [do governo Lula], até outubro deste ano [2010], foi R$ 9,325 bilhões. Dá média anual de R$ 1,2 bilhão.

Essa cifra não inclui três itens: custo de produção dos comerciais, publicidade legal (os balanços de empresas estatais) e patrocínio.

Produção e publicidade legal consomem cerca de R$ 200 milhões por ano. No caso de patrocínio, o gasto médio anual foi de R$ 910 milhões de 2007 a 2009.

Tudo somado, Lula gasta R$ 2,310 bilhões por ano com propaganda. Os valores são semelhantes aos do governo FHC, embora inexistam estatísticas precisas à disposição."


A íntegra no link:

http://www.embrasec.com.br/blog/governo-distribui-receita-e-numero-de-emissoras-aumentam/

Anônimo disse...

Achava que era um blog que discutia política de forma imparcial, mas pelo visto é mais um blog que puxa o saco para um lado e so vê o lado negativo do outro. Meus pesames amigo.