Destaques

quarta-feira, junho 20, 2007

Nem chance

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Não foi a ausência de Sandro Goiano. Nem os truques na manga que nunca existiram do treinador Mano Menezes.

Muitos antes do primeiro gol do Riquelme, na segunda etapa, já estava na cara. Antes do jogo, confesso, comecei a desconfiar.

Prometi tentar, mas não consegui nem começar a torcer pelo Grêmio. Sem chances. Nem sendo o mortificado tricolor pateticamente mais fraco.

É que, pra ser assim, risível, o time gaúcho ainda teria que jogar bola. Na primeira canelada, no primeiro passe-bisteca, estava claro que o outro tinha que ganhar. Quem gosta de futebol sabe que não se escolhe para quem se vai torcer. Aos 10 do primeito tempo, eu queria, com gosto e raiva até, não a derrota gremista, mas a consagração do camisa 10 do Boca.

E que chutaço do Riquelme. O segundo, que acaba de sair aos 35 do segundo, só o coroa.

Será que ele topa uma temporadinha no Palestra Itália?

P.S.: Chamem nosso pseudo-argentino (mas verdadeiro boludo) Esteban, de Mendoza, pra tomar uma gelada.

9 comentários:

Edu Maretti disse...

Cumpanhêro Anselmo, ótimo post. Principalmente: "Aos 10 do primeito tempo, eu queria, com gosto e raiva até, não a derrota gremista, mas a consagração do camisa 10 do Boca".

Apesar de que eu queria as duas coisas. Pelo futebol.

Edu Maretti disse...

PS: o Uol deu a seguinte chamada na sua página de esportes: "Boca enterra 'Grêmio imortal', vence e é campeão da Libertadores".
E no texto: "O Grêmio, 'imortal', ruiu. Quem brilhou e assegurou seu nome na história foi o meia Riquelme".
Se somos nós, do Futepoca, que dizemos isso, iam nos acusar de parcialidade e já vinham nos xingar. Futepoca. É uma injustiça!

http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas/2007/06/20/ult59u123766.jhtm

Rafael disse...

nossa, o que é um passe-bisteca?

(riquelme no palestra! é o q precisamos neste momento de desalento!)

Marcão disse...

O jornaleco Destak deu um título óbvio para a materinha sobre a final da Libertadores, mas nem por isso menos apropriado:

"Boca Juniors mata o 'imortal' Grêmio"

Anselmo disse...

achei auto-explicativo, mas como eu nõa sou referência e meus delírios sao anormais (e sem freios), aí vai.

passe-bisteca: antÔnimo do passe-filé mignon. Fenômeno decorrente de um atleta perna-de-pau.

Edu Maretti disse...

mas Anselmo, bisteca é uma delícia. Sugiro outro nome: passe-bucho, ou passe-dobradinha (que tb é gostoso, mas poucos acham...)

Anselmo disse...

é bom, mas tem osso... e se mal-passada, é dura e pode dar cisticercose,

Nicolau disse...

O primeiro gol foi animal. E o Grêmio perder no Olímpico, deposi de tudo que os caras arrotaram aqui e em outros fóruns, foi mais lindo ainda, haha!

Ricardo Viel disse...

Pergunto: E aqueles tantos jornalistas esportivos que disseram que ganhar o Grêmio iria, só não sabiam se alcancaria os três gols? E os astrologos, ligues-jas, mães-dinas e afins que asseguraram que o tricolor gaúcho venceria, pq os astros assim diziam? A diferença de 5 gols é a maior já vista em um mata-mata da Libertadores. Eita Caixias portenho bão, tche!