Destaques

domingo, dezembro 07, 2008

Caso Tardelli: reação exagerada da direção do SPFC

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

A pouco mais de 4 horas para os jogos finais do Brasileirão, ainda está muito estranha toda a situação de um suposta tentativa de suborno ao árbitro de Goiás e São Paulo, Wagner Tardelli.


A CBF, em nota oficial (veja aqui) fala que tomou medida preventiva para evitar tentativa de manipulação do resultado da partida, tendo por isso feito novo sorteio para o trio de arbitragem, mas não diz quem tentou manipular o quê. Quem tentou corromper quem. Apenas afirma que o árbitro continua com toda a confiança da entidade, que participou da decisão e que a medida é preventiva. 

Acompanhando o noticiário, novos fatos vão surgindo. Aparentemente a denúncia partiu da Federação Paulista de Futebol, que informou à CBF de uma suposta tentativa de corromper a arbitragem.  Tudo é confuso, falam que uma secretária do São Paulo teria ligado para oferecer ingressos do show de Madonna para Tardelli, fala-se também que alguém (?) estaria negiociando o resultado em nome do árbitro etc.

Como não há muitos fatos, que devem aparecer mais nesta segunda, como o nome de quem tentou corromper quem, fica estranha a postura da direção do São Paulo. Objetivamente, rompeu com a Federação Paulista, vários diretores deram declarações pesadas contra a CBF etc.

Será que teme alguma coisa e preferiu sair atirando antes? Porque a todos interessa que tudo seja apurado, inclusive essa deve ser a postura da direção do SPFC. Quem tiver culpa no cartório que pague.

Espera-se que a CBF e o Ministério Público de São Paulo esclareçam os nomes e que tudo seja apurado às claras. Se acontecer, será um milagre, já que transparência nunca foi o forte da entidade que dirige o esporte no país. 

P.S. É exagerada também, pelo que se sabe, a postura da direção do Grêmio pondo sob suspeita todo o campeonato. É hora de esquecer paixões clubísticas e para o bem do futebol esclarecer tudo.

8 comentários:

Internauta disse...

Esse "tricolor paulista" tem a história mais suja que já vi na minha vida.
Roubou o Canindé da colonia alemã, tentou roubar o parque antártica da italiana(palmeiras), construiu o motumbi com dinheiro público...
Isso já é normal na história DELAS.
Depois me dizem de profissionalismo e não sei o quê. Um dia, a verdade sobre a farsa sãopaulina ainda irá aparecer!!

Anônimo disse...

Paulo Baier é mesmo "O Cara". TRI

Fabricio disse...

Só falta termos mais 20 jogos com asteríscos como em 2005.

Anselmo disse...

não vai ser o caso. mas demorou pra sair mais informações no site da cbf.

Marcão disse...

Putz, fiquei sabendo dessa história por aqui. Será que vão melar o campeonato?

Anônimo disse...

comprar jogo com ingresso da madonna é a cara do São Paulo. Agora, uma coisa que ninguém comenta: o que justifica o jogo em Brasília? 1 - Nunca vi time ser punido por briga de torcida com transferência de mando; 2 - A punição dos últimos três anos foi portões fechados, inclusive neste campeonato; 3 - Por que o último jogo?; 4 - Houve outras brigas de torcida neste campeonato, por que não houve punições semelhantes?; Nunca a manipulação foi tão óbvia...

Anônimo disse...

é, se comprar jogo com ingresso da Madonna é cara de São Paulo, quem acredita nisso só pode precisar de tratamento psicológico para falta de discernimento entre realidade e imaginação. SÂO PAULO TRI!!

Glauco disse...

Fredi, estranho seria se o Santos entrasse mole na partida, querendo perder ou empatar, não entendi seu estranhamento. Acho que pelo papelão que fizeram no ano foi o mínimo que o elenco podia fazer pra torcida, lutar pra vencer. E a tal Sul-americana era a "meta" ajustada tardiamente com o técnico, pra que ele ficasse em 2009.