Destaques

segunda-feira, fevereiro 09, 2009

Resultado injusto

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Finalmente consegui assistir a uma partida do São Paulo, a vitória por 2 a 1 sobre o Botafogo de Ribeirão Preto. Resultado injusto - e preocupante. Digo injusto porque o adversário fez 2 a 1 primeiro, de cabeça, num lance absolutamente legal. Mas o juiz anulou. Menos de um minuto depois, Washington definiu o placar. Se o Botafogo tivesse feito 2 a 1 ali, jogando muito melhor que o time da capital, ia ser goleada. Porque iria recuar e jogar no contra-ataque, com uma defesa sãopaulina das mais generosas. O primeiro gol do Botafogo, numa troca de passes com direito a toque de calcanhar, comprovou que nem Miranda é mais aquele. A coisa tá feia. E, injustamente, o time sai de campo com três pontos. Não concordo. Às vezes, é melhor perder antes do que chorar depois. O São Paulo não tem padrão de jogo, continua sem laterais, sem saída de bola, com uma defesa perdida e um ataque atabalhoado. Com isso aí, não passa da primeira fase na Copa Libertadores. A não ser que a arbitragem continue camarada...

6 comentários:

Anselmo disse...

"O São Paulo não tem padrão de jogo, continua sem laterais, sem saída de bola, com uma defesa perdida e um ataque atabalhoado".

exageradamente crítica a visão do sãopaulino. O time continua tendo saída rápida para o ataque, apesar de já ter sido mais veloz e de (provavelmente) conseguir aumentar a velocidade durante a temporada.

O Muricy vai precisar achar alguma variação que acerte a defesa, porque o resto tende a se acertar.

Nicolau disse...

O São Paulo, mesmo nos bons momentos, sempre se caracterizou mais pelo conjunto e pelas peças de reposição mais ou menos niveladas do que pela exuberância técnica. Com o tempo, deve conseguir achar um padrão. Agora, como bate o time Tricolor, impressionante! No mais, os jogadores Branquinho e Thiago Silvy, do Botafogo, merecem atenção.

Marcão disse...

Pô, Anselmo, não acho "exageradamente" crítica. O time não tem meio-campo e, consequentemente, não tem ligação da defesa com o ataque. Jorge Wagner e Hugo não puxaram um contra-ataque sequer durante toda a partida. Hernanes (que marcou um golaço, justiça seja feita) e Jean mais bateram do que outra coisa. Quem estava saindo com a bola para buscar os atacantes, no meio, era o André Dias - meu Deus! E Borges e Washington me pareceram completamente perdidos (com a vantagem do segundo porque é oportunista e sabe esperar a sobra na grande área, apesar de ter perdido gols imperdoáveis). Eu sei que o time ainda não é esse, que o Muricy está fazendo "rodízio" e etc. e tal. Mas que merecia ter perdido ontem, não tenho a menor dúvida.

Fabricio disse...

O fato é que o time ficou manjado. É o mesmo do ano passado praticamente. Só que os adversários descobriram que marcando um pouco a saída de bola os zagueiros, principalmente o André Dias, mostram que não são lá essas coisas.

Jogando Por Música disse...

Acho que esses "erros" que acontecem a favor do São Paulo estão ficando vergonhosos. É só ver os três últimos campeonatos brasileiros. Sei que os erros ocorrem para os dois lados, mas tenha absoluta certeza que o número de erros a favor é muito maior que os contra...

Glauco disse...

O São Paulo vai se ajeitar. Vai continuar batendo também.