Destaques

sexta-feira, junho 15, 2007

Denúncias: mais assunto pra Marta Suplicy explicar na CPI do Apagão

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

No pedido de convocação da ministra do Turismo Marta Suplicy à CPI do Apagão Aéreo (foto), feita pelo deputado Vic Pires (DEM-PA) e descartado por Marcelo Castro (PMDB-PI), a justificativa era "ela esclarecer o que vem fazendo [no cargo], até para as pessoas relaxarem e fazerem outras coisas".

Pois Xico Sá, em seu PonteAéreaSP, põe mais lenha na fogueira:

Relax for man

Ao sugerir o clássico relaxe e goze, a ministra Marta Suplicy lembra o seu tempo de TV Mulher, da Globo, quando dava belos conselhos, coisa de fêmea livre e muito bem psicanalisada, às pacatas donas-de-casa. No caso dos aeroportos, no entanto, o conselho saiu com algum atraso. Os donos das saunas e clínicas de massagem dos arredores de Congonhas, em fases mais graves do apagão, mantinham até um serviço de vans para buscar os clientes VIPs. Foi aí que algumas casas, como a Brooklin, por exemplo, criaram até um programa especial de milhagem. Ninguém lucrou mais com a crise aérea do que esses cafetões de luxo!

Se confirmadas as denúncias das vans a serviço dos lupanares aos VIPs do aeroporto, Veja vai recuperar a matéria que relacionava os irmãos Tatto com o PCC via sindicatos de lotações?

P.S.: Recuso-me a pôr link pra página da revista da Abril. Quem quiser saber que matéria é essa, que procure no São Google.

3 comentários:

Glauco disse...

Os donos de bar em torno do aeroporto de Congonhas também passaram a lucrar mais com o apagão aéreo?

gerson sicca disse...

Daqui a pouco sai no jornal nacional uma daquelas reportagens nhé-nhé-nhé, de como setores da economia avançam em meio à crise, aproveitando "janelas de oportunidades", eh,eh,eh

Edu Maretti disse...

"coisa de fêmea livre e muito bem psicanalisada". Essa é uma frase lamentável, preconceituosa e tosca. Ninguém vai apontar o machismo do cara?