Destaques

quinta-feira, novembro 08, 2007

Contribuição tricolor

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Tentando se redimir da derrota para o Corinthians no segundo turno do Campeonato Brasileiro, o São Paulo resolveu dar uma mão para os adversários diretos do Timão (sic) na luta contra o rebaixamento. Depois do Palmeiras, o Tricolor perdeu por 2x0 para o quase sem esperanças Juventude.
Agora, vejam só, uma equipe que já dava como favas contadas o seu rebaixamento, volta a sonhar com a permanência na Série A. O Juventude tem agora 38 pontos, apenas 3 atrás de Paraná e Goiás e 4 atrás do Corinthians.

Vai Juventude! Vai Paraná! Vai Goiás (principalmente)!
Fica Nelsinho!

8 comentários:

Anônimo disse...

Pena que o São Paulo não pega mais nenhum adversário direto do "Timão", agora que já somos campeões, adoraria ver meu time perder do Paraná, do Goiás, assim como foi bom vê-lo perder do Juventude (Aliás, ainda bem que o Grafite não joga mais no São Paulo, senão o resultado de ontem seria outro!!!).

Tudo para ver o "Timão" cair!!!

Anselmo disse...

comentário de são paulino logo de cara, logo de cara.

a derrota foi peso na consciência.

mas o que a oposição não vê é que o juventude carimbou a faixa. Vai ser rebaixado e só vai ter isso de pra contar sobre a temporada de 2007.

Glauco disse...

Agora é esperar a verdadeira decisão do Campeonato Brasileiro: Goiás e Corinthians. O Brasil vai parar!

Anônimo disse...

Esse negócio de carimbou a faixa é uma verdadeira balela invejosa!!!

Qua carimbou a faixa o que!!! Ah, pára com esse papo vai!!! Como o Juventude carimbou a faixa se o São Paulo não estava nem aí para o jogo?!!! Alguém viu os sinais do Leandro para a torcida do Juventude?

Isso de carimbou a faixa é coisa da imprensa para vender jornal!!! E coisa dos adversários para poder falar alguma coisa!!!

Ah, e ainda estamos 14 pontos na frente!

Marcão disse...

Até gostaria de acreditar que o São Paulo entregou a jaca, mas, na verdade, pouquíssimas vezes senti vergonha de torcer para o tricolor. Ontem, após o olé em uníssono da torcida no Alfredo Jaconi, frente a um São Paulo frágil e irreconhecível, foi uma dessas (tristes) ocasiões.

Thalita disse...

jura Marcão? Eu fiquei bem de boa. O zagueirinho júnior foi expulso, o que sempre complica as coisas. Ouvir olé da torcida do Juventude, numa situação dessas, não me incomoda não.

Inclusive foi por isso que escrevi esse post. Bom humor depois do time passar vergonha (ou me fazer passar vergonha) não rola nunca.

Marcão disse...

Pô, Thalita, o time não entrou em campo! O que fez Dagoberto? Souza? Richarlyson? Leandro? Aloísio? Sérgio Mota? Bosco? Miranda? Até o Breno só fez besteira - inclusive um gol contra. Deu dó. Fosse um time 0,5% melhor que o Juventude, tinha sido uns 5 a 0, fácil.

Mas eu não ligo, não. Dar show de bola ou passar vergonha, infelizmente, são duas faces muito próximas na moeda do futebol.

Renato K. disse...

Marcão, desculpa aí, mas não senti vergonha não. Vergonha quem deve estar passando é o pessoal da marginal sem número ...