Destaques

quinta-feira, fevereiro 14, 2008

A esquecida Copa do Brasil

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Tá certo que a maioria futepoquense só fala de Libertadores, mas para os torcedores de times que não têm adversários com nome em espanhol, começou a Copa do Brasil.

Falem o que quiserem, mas é campeonatinho interessante, principalmente pelos nomes inusitados dos times e pelas zebras que aparecem derrotando os favoritos.

Na primeira rodada, sem grandes surpresas, mas os jogos foram equilibrados. Das 16 partidas de um lado da chave, apenas Volta Redonda (contra Roma-PR), Vitória (contra Souza-PB) e Corinthians (contra Barras-PI) conseguiram eliminar a segunda partida. Lembrando que, pelo regulamento, se ganhar fora de casa por dois gols ou mais nas duas primeiras rodadas elimina-se o jogo de volta.

Destaque negativo para o Santa Cruz-PE, que conseguiu perder de 3 a 0 para o Fast (AM), o Guarani que perdeu de 3 a 1 para o Chapecoense. Veja todos os resultados e tabela aqui.

6 comentários:

Nicolau disse...

O Corinthians jogou legal. Claro que o Barras é fraco, mas o Timão conseguiu impor o jogo e não se complicou. E, mais importante, a bola entrou. Fica clara a fragilidade do time piauiense quando se vê que Marcel, Herrera e Lulinha marcaram...

Edu Maretti disse...

Eu acho ótima a CB, mas ela é sacrificada pela má vontade e por um calendário burro que tira dela os times que participam da Libertadores.

olavo disse...

A Copa do Brasil deveria ser mais valorizada. Ela era condensada em um semestre para que o Brasileirão fosse jogado em outro; mas agora, que o Nacional dura quase o ano todo, não faz sentido expremer a Copa só num semestre. Que dure o ano inteiro e que inclua os times da Libertadores.

Nicolau disse...

Uma idéia era jogar colocar Libertadores e Sulamericana no mesmo semestre, já que são competidores diferentes de cada país, e a Copa do Basil junto com o Brasileiro no outro semestre. Mas, pelo que li em algum lugar, a Comenbol faz questão de ter competições internacionais o ano todo, o que quebra o esquema. Talvez a solução do Olavo seja a melhor mesmo, deixando os jogos decisivos da Copa do Brasil para depois da Libertadores.

Anônimo disse...

Tônio disse:
Destaque positivo para o FAST, meu caro Fredi, que envolveu o Santa Cruz no Vivaldão.

Felipe Silva disse...

Olha, eu sou de SC e essa vitória da Chapecoense contra o Guarani não me surpreendeu. A Chapecoense é a atual campeã catarinense e tem um time acertadinho. Já o Guarani faz um bom tempo só tem o nome. Abraços.