Destaques

terça-feira, agosto 05, 2008

É preciso falar mais sobre o Grêmio

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

A exigência é do leitor Luiz Cesar: "Um site sobre futebol que não fala sobre o Líder do Campeonato, tem alguma coisa errada". É, Luiz, precisamos falar sobre o Grêmio.

O tricolor gaúcho pode faturar o primeiro turno antecipadamente caso vença o lanterna Ipatinga, no Olímpico, nesta quarta-feira, 6, e o Cruzeiro, segundo colocado, tropece. A ironia é que o adversário dos azuis de Minas Gerais é o Colorado, arqui-rival do Grêmio. Vai ter gremista torcendo pro Inter? "Capaz", me responderia o gaúcho.

Se não contar com a ajuda do "bondoso Inter", para usar os termos do parceiro Impedimento, pode faturar na rodada seguinte, contra o Atlético-MG.

Título simbólico? Mais ou menos. Na era dos pontos corridos quem termina o primeiro turno na frente leva o caneco.

Celso Roth é um técnico experiente que, normalmente, parece ter prazo de validade. Esse é o discurso dos secadores de plantão desde o início do campeonato para dizer que o Grêmio vai cair de produção. Mas nada de parar até aqui.

Reprodução Celsoroth.com.br

Celso Roth sem prazo de validade em 2008?

Até gremistas diziam, no começo da competição, que ele ficaria só enquanto não perdesse.

No ano passado, no Vasco foi demitido antes de o time terminar em 10º. Com o Botafogo, em 2005, ficou em 9º lugar, depois de breve passagem pelo Flamengo durante a competição. No Goiás, em 2004, e no Atlético-MG, em 2003, o treinador foi até o fim e deixou as equipes em sexto. Em 2001, com o Palmeiras, ficou em 12º. Com o mesmo Grêmio, em 1998, 1999 e 2000, levou à 8ª, 18ª e 4ª colocações, respectivamente.

Se ele nunca chegou lá no nacional, não quer dizer que ele esteja condenado a isso para sempre. O Grêmio aparece sem um craque que se destaque individualmente, com muita capacidade de jogar com cruzamentos (com os laterais Anderson Pico e Paulo Sérgio), marcação forte (com William Magrão) e um ataque do colombiano Perrea e Marcel. Aliás, de tanta irregularidade, Perrea pode perder posição para Souza, que estreou no fim de semana. Segundo os próprios gremistas, a pedida é "manter a mesma pegada", "defendendo como pequenos e atacando como grande", escreveu Charles Hansen.

A manutenção não é exatamente simples numa competição longa, tanto que o time vai entrar com os reservas na Sul-Americana. O potencial gremista foi a capacidade de beliscar pontos como visitante e cumprir a obrigação em casa. Foram quatro vitórias em oito jogos fora de casa e seis de nove como mandante.

O Flamengo dá sinais de que pode dar água, enquanto Cruzeiro, Vitória e Palmeiras, com mais passagens pelo G4, assim como o São Paulo, tiveram muitos altos e baixos.

Quem alcança o Grêmio?

4 comentários:

Glauco disse...

Um dos dois tabus vai ser quebrado: ou o Grêmio vai ser o primeiro da era do spontos corridos a vencer o primeiro turno e não ser campeão, ou o Roth vai superar a sua fama de cavalo paraguaio.

Marcão disse...

Pra mim, se não perder ninguém na janela européia, é o favorito. O grupo tá fechado, acertado. Marca muito bem e sai em velocidade. Se botar 10 pontos na frente, ninguém pega.

Guillermo disse...

Perrea = PeRea???


DÁ-LHE GRÊMIO!!!

bruna disse...

eu também já havia pedido para falarem sobre o tricolor gaúcho.
acompanho o site sempre e é a primeira vez que vejo o líder em pauta.
é assim que se começa...
vamos em frente no brasileirão :)