Destaques

quinta-feira, abril 16, 2009

A questão existencial do meio de semana

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

O Futepoca quer saber: qual o pênalti mais mandraque da rodada?

- O "sofrido" por Souza na partida Corinthians e Misto.

- A penalidade em favor do Atlético-MG) no jogo contra o Guaratinguetá, pela Copa do Brasil.

 - O que favoreceu o Palmeiras na peleja contra o Sport pela Libertadores.

17 comentários:

Maurício disse...

Hahaha, o mais engraçado é o José Roberto Wright descrevendo a jogada! A gente vê o jogador chutando o ar, mas ele diz "o zagueiro erro a bola, acertou o Souza, pênalti bem marcado".

Fabricio disse...

Não vi os demais, mas já voto no do jogo do Palmeiras. Foi bem na minha frente. A torcida ficou aloprando por uns 10 minutos, com piadas do tipo "foi penalty juiz" em lances no meio de campo.

Tiago Azevedo de Aguiar disse...

O do Palmeiras foi ridiculo. A pressão feita na comenbol deu certo.

Maurício disse...

Vendo os três, não tem dúvida, o do Palmeiras ganha de longe.

Fabricio disse...

A pressão da diretoria do Sport? Porque o gol anulado do Palmeiras foi tão mal marcado quanto.

Bom, sobre o assunto arbitragem + reclamações do Sport, favor ver minha opinião no primeiro parágrafo do meu comentário aqui.

fredi disse...

Incluam, por favor, o pênalti a favor do Guaratinguetá, por que a bola bate no calcanhar do Márcio Araújo, sobe e bate na mão. Se isso é voluntário...

Aliás, outro lance inusitado do juiz na partida. Ele expulsou o goleiro do Atlético por retardar a devolução da bola. O íncrível é que deu amarelo, Juninho foi ajeitar a bola para bater e ele deu o segundo amarelo no mesmo lance. Essa eu nunca vi no futebol.

fredi disse...

Sobre o voto, o pênalti mais Mandrake foi o do Palmeiras.

O a favor do Galo, quando se vê a jogada por trás, o Tardelli tira a bola, o goleiro vem em direção a ele, se choca contra as pernas do Tardelli, que cai.

Marcio Rezende de Freitas, sempre ele, veio com a tese de que mesmo o Tardelli chegando antes e tirando a bola é ele que deixa a perna para se chocar contra o goleiro.

Como é isso? Quer dizer que ele toca na bola e é obrigado a pular, não é o goleiro que sai imprudentemente do gol e não toca na bola que tem de evitar o choque?

Glauco disse...

Fredi, sobre a expulsão, Juninho continuou fazendo cera e apontando pro juiz, por isso foi expulso. Claroq ue foi rigor execessivo mas ele não somente "ajeitou" a bola. E, pelo que vi do comentário do famigerado ex-árbitro, ele disse o óbvio, que qualquer um vê: o goleiro tocou na bola, não foi pra pegar o Tardelli.

fredi disse...

Glauco, concordo com o excesso de exagero. Mas entre o cartão e o vermelho não se passam nem 3 segundos.

Sobre o Marcio Rezende, na transmissão que acompanhei ao vivo pela NET, primeiro ele disse que o goleiro tocou na bola. Depois com a câmara de trás, em que fica nítido que o Diego toca na bola antes e o goleiro não toca nela, MR mudou e disse que mesmo tocando antes na bola o Diego deixou a perna para o goleiro tocar nela. Dá para entender?

Glauco disse...

Dá pra entender sim, o que não entendi é o "tocar a bola antes". Se o jogador toca a bola antes, o adversário não pode tocar depois? Complexo... Mas até isso dá pra compreender, já que o Tardelli não se jogou simplesmente, se esse é o argumento. Mas o fato é que o goleiro joga com as mãos também (ó, Acácio...), vai nitidemanete na bola e toca nela, portanto não é pênalti.

fredi disse...

Vi agora o comentário que vc falou do Marcio Rezende.

Ele é tão mau caráter que voltou atrás até no comentário qie fez na hora do jogo. E note que não pôs na análise do lance a cãmara por trás, que deixa claro que quem toca a bola é o Tardelli, o goleiro nem encosta nela.

fredi disse...

Glauco, insisto, na câmara por trás fica claro que o goleiro "não" toca na bola.

O Tardelli chega antes e tira a bola. O goleiro se choca com as pernas dele. Há isso num compacto da Globo.com, mas é de 9 minutos, por isso não vou postar

Glauco disse...

Bom, por mais que me esforce, pelos dois ângulos da jogada pra mim parece claro que o goleiro toca na bola, até por conta da trajetória da mesma, que vai pra direita de Tardelli e pra trás. Difícil imaginar que ele daria um toque desses estando em frente ao gol. Enfim...

fredi disse...

Glauco, revi o lance mais umas dez vezes. Por essas câmaras realmente o goleiro toca a bola. Pela câmara de trás parecia não tocar, mas ela sumiu, não acho mais em nenhum compacto.

Falta dizer que a arbitragem foi uma m. para os dois lados. Não foi pênalti do Marcio Araújo, o juiz compensou, e a expulsão do Juninho foi, no mínimo, extremamente rigorosa.

Agora o pênalti a favor do Palmeiras é brincadeira. A bola toca no peito. Fica meu voto

Glauco disse...

Acompanho o voto, Fredi. Lembrou o Castrilli.

Marcão disse...

O do Palmeiras foi extremamente mandrake (ou sidrack, sei lá). Mas acabou compensando o impedimento absurdo no lance do Lenny. Para mim, 1 a 1 foi um resultado justo. E Nelsinho continua duas vitórias à frente de Luxemburgo, nas 34 vezes que se enfrentaram (11 triunfos para o primeiro, 9 para o segundo). Aguardemos novo duelo entre os dois.

Rafael Fortes disse...

O do Palmeiras, pra mim, foi o pior. Desses jogos, foi o único que acompanhei inteiro pela TV.

O comentarista da Sportv (André Rizek, acho) afirmou que foi pênalti sim, pois a bola bateu na barriga e no braço do jogador. Os 3930349 replays da jogada em dois ângulos diferentes mostram claramente a bola bater na barriga e só. Mas o comentarista manteve a posição.

O pênalti no Bonecão de Olinda também foi esquisito...