Destaques

segunda-feira, abril 13, 2009

Boca maldita

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Depois das seguidas - e bisonhas - falhas de Rogério Ceni contra São Caetano, Defensor e Corinthians, eu comentava ontem, durante o primeiro jogo da semifinal do Paulistão, que o goleiro, envergonhado, arrumaria alguma desculpa para sair do time. Sua má fase está provocando insegurança nos zagueiros. Podia ter uma distensão, luxação, sei lá, algo que disfarçasse sua saída por deficiência técnica. Eu defendia a entrada do Bosco mesmo antes da última partida pela Libertadores. Mas agora fiquei com medo da minha boca maldita: menos de 24 horas depois de eu ter insinuado que Rogério Ceni procuraria uma solução elegante para dar lugar ao reserva, ele prendeu o pé no gramado do CCT da Barra Funda e deixou o campo com forte suspeita de fratura no tornozelo esquerdo. Pô, eu queria que Rogério Ceni deixasse, mesmo que temporariamente, a posição de titular. Mas fratura também já é sacanagem. Juro que não urubuzei, mas, por remorso, peço desculpas ao nosso capitão. Força, Rogério! E cata tudo, Bosco! Agora é com você!

Rogério Ceni sendo medicado após contusão no treino do São Paulo

17 comentários:

Adir disse...

Sei!

Maurício disse...

Mas o CCT da Barra Funda não é aquele que é perfeito, o gramado é um tapete, os equipamentos são os melhores... Olha, no meu tempo isso tinha outro nome.

Anônimo disse...

É NESSE PASTINHO QUE O TIME COR DE ROSA TREIINA??

Glauco disse...

De fato, esse campo é de dar dó, é emprestado do Juventus ou do Nacional?

Brincadeiras e fase ruim a parte, é um desfalque sério pro São Paulo não só no fim de semana, mas também - e principalmente - para a Libertadores. A presença do Ceni em campo, por mais que nós, torcedores rivais, torçamos o nariz, é sempre um problema para o adversário. E, sinceramente, o Bosco não inspira confiança.

Nicolau disse...

Po, Marcão, e ouvi falar que o Ceni vai ficar meses fora, rapaz! Vai zicar os outros lá longe!

Marcão disse...

Pois é, Nivaldo, não tive essa intenção. Uma torcicolo ou uma dor de barriga já resolveriam a parada, mas a má fase do Rogério Ceni, somada a essa fratura inexplicável, me faz desconfiar de macumba - e das brabas...

Saracura disse...

Mirassol? Se não me engano este jogo foi 5 a 0 para o Tricolor. Você deve ter se confudido o "Leão da Araraquarense" com o "Azulão" ou com o "Braga"...

olavo disse...

Aposto com quem quiser que o Bosco não fica no gol o tempo todo em que o Rogério estiver fora. Vai arrumar um estiramento ou coisa parecida.

Marcão disse...

Tem razão, Saracura, foi distração minha: em vez de Mirassol, foi contra o São Caetano (já corrigido).

Fabricio disse...

O Rogério vai aparecer no vestiário no dia do jogo contra o corinthians, e se o time vencer será o "símbolo da equipe tricolor, que até nos momentos difíceis vai dar apoio ao time que ama e que nunca sonhou deixar", e claro, "blá blá blá...".

Paulo Macari disse...

Essa cena me lembrou o Capitão Nascimento:
- Sabe por que você é o 01?
- Não senhor..
- Porque você vai ser o 1° a desistir... desiste porra
- Não senhor...
- Desiste!
- Eu desisto senhor
- O 01 desistiu...
- Eeeeeeeeeeeeeeeeee...

Thalita disse...

E o que você queria que ele fizesse, Fabrício? Ficasse coçando o saco em casa?

Glauco disse...

Fabricio, acho que não foi a imprensa que tomou Rogério Ceni como exemplo e símbolo do numseiquelá numseiquelá numseiquelá, mas sim o treinador do Palmeiras, Vanderlei Luxemburgo, que usou o goleiro tricolor para dar um esporro no Marcos. Lembra?

Marcão disse...

Li no Lance! de ontem que a contusão ocorreu após o treino, num campinho do CT que só é usado para brincadeiras e jogos dos funcionários. Os reservas que não atuaram no último jogo costumam tirar um rachão ali, após o treinamento normal (que é feito em outro gramado). Esse campinho não tem linha lateral e os jogadores fazem tabela com a parede - por esse motivo, o local foi apelidado de "Showbol".

Segundo os jornalistas, o gramado está alto e totalmente esburacado. Daí, me perguntei duas coisas:
1 - "Por que o Rogério Ceni, que atuou como titular no último jogo, decidiu disputar um rachão inútil com os reservas naquela pirambeira?";
2 - "E por que, disputando o tal rachão, o goleiro se jogou de forma kamikase nos pés de André Lima, enroscando o tornozelo num buraco, já que se tratava de uma brincadeira?".
Concluo, portanto, que o Rogério Ceni estava mesmo procurando uma contusão para sair do time de forma "elegante". Só não calculou o risco e o tamanho do prejuízo...

Fabricio disse...

Ele deve ficar em repouso absoluto, sem sair de casa, conforme sugestão médica.

O que quero dizer é que a imprensa (sim, a imprensa, me desculpem) defende o Rogério de tudo. Até hoje ainda acho que ele só foi para as Copas por pressão da imprensa daqui. Ele não era o terceiro brasileiro melhor na posição em nenhuma das duas.

Jogando Por Música disse...

Achei que no mundo perfeito descrito pelos dirigentes são paulinos isso não acontecia...

Glauco disse...

Mas, Fabricio, se o técnico rival, do Palmeiras, utiliza Luxemburgo como símbolo de tudo de bom, como culpar a imprensa? O que você acha da atitude do treinador do Verdão?

Marcão, é hábito, ao que parece, o Ceni participar de rachões. Aqui , vê-se que ele jogou em um no início do ano, logo depois de voltar de contusão. Dizer que o cara "procurou" se machucar é sacanagem...