Destaques

quinta-feira, maio 14, 2009

Flamengo 0 X 0 Inter ou Pra não dizer que só falamos de São Paulo...

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Dentre os jogos da rodada ontem, sem dúvida um dos mais – senão o mais interessante - era o duelo entre Flamengo e Internacional no Maracanã. O Colorado, time-sensação do momento, passa a enfrentar agora equipes bem mais fortes do que as que topou na Copa do Brasil e no Gauchão. Já o Flamengo, campeão estadual, precisa provar que pode ser competitivo também em nível nacional.

Com esses ingredientes, a partida atraiu 50.294 pagantes ao Maraca. Mas quem esperava um show do Inter, aproveitando contra-golpes com rapidez, viu o Flamengo dominar a maior parte do jogo. Se o time gaúcho na partida contra o Corinthians teve mais oportunidades de gol que o dono da casa, ontem foi o contrário. Não só teve que assistir aos cariocas terem a bola durante a maior parte do tempo como viu, no primeiro tempo, duas bolas na trave e uma defesa fenomenal de Lauro que evitaram a vantagem flamenguista.

Os rubro-negros foram de uma aplicação tática invejável, Cuca adiantou a marcação e tomou conta do meio-de-campo com uma formação de muita pegada no setor: Toró, Williams, Ibson e Kleberson. Eles foram responsáveis pela maioria dos desarmes da equipe, aliás, mais que o dobro de seu adversário: 47 contra 23. O trio ofensivo do Inter, D'Alessandro, Nilmar e Taison, foram praticamente anulados e os erros de passe eram frequentes no ataque gaúcho.



O bom Taison, pela direita, não conseguia reter a bola na frente e era o pior dos avantes colorados. E foi justamente nesse lado do campo que surgiram as jogadas agudas do Flamengo no primeiro tempo. Todas com Léo Moura, que apoiou muito bem e fez gato e sapato de Kléber, vulgo, Chicletinho, o lateral-esquerdo que mais masca do que joga.

No segundo tempo, Tite tentou fazer com que a equipe prendesse mais a bola no campo adversário e trocou Taison por Alecssandro, e D'Alessandro por Andrezinho. O Inter conseguiu melhorar muito pouco, e o Flamengo perdeu uma chance incrível com Kleberson (de novo, nas costas de Kléber). No final, foi Bruno quem salvou o Flamengo de uma injusta derrota, após chute de Andrezinho que bateu na trave.

O zero a zero mantém a vaga pras semis da Copa do Brasil em aberto, mas, sem Magrão e Bolívar, o Inter vai ter que jogar muito mais bola do que ontem pra superar o aguerrido e bom Flamengo. Elenco pra isso, tem. Promete ser um jogão.

6 comentários:

Brunna disse...

Ouvi rumores de "São Bruno".
Era só que me faltava..só tem um "São alguma coisa" que é o "São Marcos"

Rede Brasil Atual disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anselmo disse...

seria uma das melhores finais possíveis pra competição. mas o imprevisível da copa do brasil e de qqr competição q tem mata-mata é que times bons podem se desclassificar em confrontos diretos antes da final.

Nicolau disse...

Não estava botano fé no time do Flamengo, mas parece que me enganei. E, entrando o Adriano, pode aumentar bem o poder do ataque. Sobre o Inter, ainda não vi o time jogar. Mas achei um pouco estranha a formação, que conta na prática com três volantes e, segundo comentários, dois laterais que avançam pouco. No papel, não é o time super-ofensivo de que eu tinha ouvido falar, o que não quer dizer que não seja perigosíssimo. Nem que o trio de frente não tenha condições de oferecer espetáculos.

fredi disse...

Ontem o Flamengo realmente dominou e perdeu muitos gols,como parece ter acontecido contra o Cruzeiro(não assisti).

Mas vai ser difícil trio Nilmar,D´Alessandro e Taison jogar tão mal outra vez.

Ainda aposto em Inter e Corinthians na final.

Marcão disse...

Puta jogaço. Um dos poucos 0 x 0 que assisti na vida e não fiquei chateado pela falta de gols.