Destaques

sexta-feira, março 19, 2010

PSDB já fez Ciro 'encher a cara'

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Falando sobre o período em que rompeu com o PSDB e foi para a universidade de Harvard, nos Estados Unidos, o deputado federal Ciro Gomes (PSB) revelou: "Enchia a cara de saquê, ouvindo Marisa Monte".

A declaração foi feita ontem, em debate do evento "Roda Viva" da Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, no Centro Acadêmico XI de Agosto.

12 comentários:

Anselmo disse...

Qual a relação entre saquê e Marisa Monte? Por que nenhum correligionário de Ciro mandou uma cachacinha pra ele degustar lá em Cambridge, Massachussetts? Ele estava tão isolado assim? Isso explica por que é tão destiladoo ódio de Ciro a Serra e cia.?

Marcão disse...

Cartão amarelo!

Mas acho que Ciro não está destilado nem do outro...

Glauco disse...

A propósito de destilados sou contra saquê.

Marcão disse...

Eu sou favorável! Até o telefone começar a piscar!

Olavo Soares disse...

"Eu sou favorável! Até o telefone começar a piscar!"

Só eu não entendi a piada?

Glauco disse...

Já esqueceu do telefone da Lucia Hippolito, Olavo?

Anselmo disse...

pq vc é contra o saquê, glauco? eu sou contra o sal no saquê. e prefiro cachaça, claro.

minha ponderação não é exatamente uma defesa. é que eu nunca tomei um saquê bom, sempre os meia boca de restaurante. o mesmo tenderia a valer pra vodca, mas eu já consumi vodcas mais caras, tipo absolut, e continuo a nao gostar.

Olavo Soares disse...

Opa, opa. Verdade.

Bruno disse...

Saquê não tem cor, não tem gosto e não tem cheiro. É a bebida mais insossa do mundo. O saquê é a Marina Silva engarrafada.

Moriti disse...

Olha, não vou nem discutir muito o saquê. De fato, é horrível. Mas, ouvindo Marisa Monte? Caramba, o cara tava mal mesmo! Pois, ela, de tão chata, é quem se assimila à bebida japonesa.

Marcão disse...

Na minha despedida antes de ir pra Irlanda, o amigo Angelo, de tradicional família japonesa, me presenteou 1 litro de saquê especial, comemorativo dos 100 anos da imigração para o Brasil e produzido lá no Japão, mesmo. Eu matei a garrafa inteira no evento. No outro dia, o Lê, outro amigo, passou em casa e eu perguntei por que ele não tinha ido na casa do Angelo no dia anterior. Espantado, ele me disse que tinha ido e conversado o tempo todo comigo assistindo uma partida inteira de futebol na televisão. Eu não me lembro de ter visto jogo algum! Mas o espanto é que, segundo ele, eu aparentava a mais perfeita sobriedade, me despedi de todos e fui embora a pé, sem qualquer problema. E acordei sem um pingo de ressaca. Tirando a amnésia, o saquê (do bão) é minha terceira bebida predileta, só perdendo para a (boa) cerveja e o (bom) vinho.

Anselmo disse...

O Bruno disse que é a "Marina Silva engarrafada". O Moriti preferiu comparar com outra Marisa, a Monte que, se não é sem grana, é chata.

que exagero! qto rancor!

continuo sem ter provado o saquê bom, só os meia bocas... mas se é pra opinar, acho maldade com ambas as marisas a comparação.