Destaques

terça-feira, maio 27, 2008

Leão cai e aumenta a dramaticidade do "clássico da crise"

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Sanches Filho/Estado de S. Paulo
O treinador Émerson Leão não comanda mais o Santos. Pressionado pela eliminação do time na Libertadores, cobrado como se a equipe fosse recheada de craques, achincalhado por uma organizada e combatido desde sua contratação por parte da diretoria, o técnico pediu arrego.

Agora foi aberta a temporada de especulações. Dois nomes surgem como favoritos da diretoria (?) santista. O que não quer dizer nada, porque o clube não tem dinheiro e o Santos não parece o lugar em que os comandantes de alto nível sonhem em atuar hoje. Cuca, do Botafogo, caso o time caia fora da Copa do Brasil, desponta como um dos preferidos. O outro é Paulo Autuori, atualmente no Catar, mas que envolveria uma bela soma para retornar ao Brasil.

Diante da provável recusa dos citados acima, outros dois desempregados poderiam sentar no banco de reservas do Alvinegro. Geninho, técnico defensivista que passou pelo clube em 1986/1987/1992/2001 é um deles. Pergunte a algum santista se tem saudades de alguma passagem do referido no Peixe. Outro que pode aparecer é Ney Franco, recém-demitido do Atlético (PR).

Tirando Luxemburgo e Leão, ninguém mais conseguiu títulos com o time da Vila no século XXI. Dada a falta de recursos decorrente de uma administração temerária que teve em mãos a maior mina de ouro do futebol brasileiro nos últimos 25 anos, com Robinho, Diego, Elano, Alex, Renato, entre outros; mas que anteriormente havia gasto fortunas com Rincón, Edmundo, Marcelinho Carioca, Valdir Bigodinho, Carlos Germano, as perspectivas são péssimas.

Torcedor santista, o ano acabou após a eliminação da Libertadores. Como todo longo reinado administrativo que preza pela incompetência, vide casos Dualib e Mustafá, a luta agora é contra o destino que os clubes dirigidos por eles tiveram: a Série B. Oremos pelo melhor técnico e esperemos 2009. Diante do cenário, só a queda de Muricy Ramalho e uma improvável contratação do mesmo por parte do Santos salvam o semestre. Márcio Fernandes (vulgo o interino), faça sua parte domingo, no "clássico da crise" contra o São Paulo, e ajude seu clube a ter um futuro menos sombrio...

15 comentários:

Nicolau disse...

Geninho no Santos!

Paulo Macari disse...

A editoria de imagem está ótima

Benedito disse...

Pensei que o Santos estivesse rumo à conquista da Libertadores e só não chegou lá por causa da arbitragem... Agora, vamos falar a real: a campanha santista no Paulista foi medíocre e, na Libertadores, foi esforçada. Não passou disso. Se o ano já acabou pro Santos, eu diria que nem começou. Acho que o Leão tirou leite de pedra. Mas acho também que o Leão está longe de ser um profissional confiável. Uma dica: se o Santos quiser se afundar ainda mais, faz o que o Nicolau sugeriu. Geninho na Vila!!

Benedito disse...

Aliás, andei lendo no Futepoca que o Corinthians seria uma piada na Série B. Pode ser que ainda seja, afinal o campeonato está apenas no início. Mas até o momento, o Timão é líder invicto. A piada está mesmo na Série A com o ex-quase futuro campeão da Libertadores, São Paulo, e com a crise que já se instala no Santos. Aliás, põe piada nisso. Quem também deve estar rindo é o pessoal da Inter de Milão. Rindo com a volta do Adriano e falando pros sãopaulinos: Grazie, patzzi!!!

Glauco disse...

Ô, Benedito, agora dá nome aos bois. Quem falou que o Corinthians ia ser uma piada na Série B?

Falei pro Nivaldo e pra Thalita e repito a tese: em um prazo de 20 anos, 80% dos 20 times de maior torcida do Brasil terão experimentado o gostinho da Série B. Espero que não seja a minha vez em 2009...

Bia disse...

Ler Ney Franco me dá vontade de rir e chorar ao mesmo tempo...
Ainda bem q Joel e sua prancheta estão bem longe... :/
Espero q o Autuori esteja feliz no Catar...
Sobram Geninho, Roth, Tite, PC Gusmão, Wagner Mancini...
E o mais engraçado é ouvir o Capella dizendo que o Cuca tem o perfil vencedor q o Santos procura... Como diz um amigo, "corram para as colinas!"... :(

Maurício disse...

Do jeito que a coisa vai, Glauco, acho que no segundo semestre nos veremos na escada rolante, nós subindo, vocês descendo...
Falando sério, acho imperdoável a saída do Santos da Libertadores. Estavam em jogo quatro caixas de Original! Porra, onde já se viu!
Agora só posso desejar uma coisa: Marcelo eterno na diretoria do Santos!

Anônimo disse...

Lá vem Nelsinho Batista???

Filipe Araújo disse...

se vier o geninho, o santos termina de afundar.

abrazo!

http://gambetas.blogspot.com

Nicolau disse...

O Mauro Beting publicou no blog dele a lista dos jogadores que o Leão recebeu como "reforços": Filipi, Evaldo, Betão, Marcinho Guerreiro, Tiago Luís, Alex, Alemão, Fabiano, Luís Henrique, Molina, Michael Jackson Quiñonez, Tripodi, Sebastián Pinto, Fabão, Douglas e Lima.
Tem também a lista dos jogadores que perdeu em relação ao ano anterior: Antonio Carlos, Maldonado, Marcos Aurélio, Pedrinho, Dênis, Leonardo, Alessandro, Baiano e Petkovic.
Na segunda chama a atenção o fato de terem mandado dois laterias direitos embora e hoje o Betão jogar na lateral. Sobre a primeira, meu amigo, quem fizer mais do que ele conseguiu com esse time não é técnico, é milagreiro. Marcelo Eterno, com Geninho de técnico!

fredi disse...

Xiii, os caras querem ver o Santos afundar com Marcelo Eterno e Geninho...

Isso não desejo nem ao Cruzeiro (argh)....

Glauco disse...

Não, Nivaldo, foram mandados embora/saíram TRÊS laterais direitos (Baiano, Alessandro, Dênis), embora juntando os três desse um talvez... Mas o que chama atenção no texto do Beting, trecho com o qual concordo, é esse: " [Émerson Leão]Não teve o dinheiro que sobrou nos últimos anos. Teve para dirigir o mais frágil elenco santista em quase dez anos.
Começou muito mal e bastante pressionado o SP-08. Terminou razoavelmente a competição.
E foi muito além que o esperado na Libertadores. Quando caiu depois de vários erros de arbitragem.
Leão até poderia não ser a solução.
Mas, certamente, não era o problema."

Benedito disse...

Vamos por partes. Glauco, quem escreveu, no Futepoca, que o Corinthians seria a piada da série B certamente estava fazendo piada. Assim como estou fazendo piada com o time dele na atual zona de rebaixamento. Então, deixa pra lá. Piada sempre faz bem. Quanto à sua previsão para futuros rebaixados, vou falar sobre experiência própria (não sei se palmeirenses, botafoguenses, atleticanos, fluminenses e outros vão concordar). Para um time grande cair pra segundona, tem que haver uma combinação simultânea de quatro situações. Se uma delas falhar, o time não cai. São elas: elenco perna-de-pau, técnico fraco, arbitragem neutra e/ou desfavorável, diretoria corrupta e/ou incompetente. Não é o caso do Santos atualmente. Primeiro, porque a diretoria sabe o que faz. Segundo, porque o elenco é limitado, mas não é ruim. Tem um bom goleiro e o melhor centroavante em atividade no Brasil. Agora... se decidir contratar o Geninho... vai dar um passo perigoso.

Nicolau disse...

Benedito, segundo o blog do Juca Kfouri, parece que a diretoria do Santos não está tão certa assim de suas qualidades. Escreveu Juca: "Emerson Leão chegou à conclusão definitiva de que sair do Santos era o melhor caminho quando ouviu do presidente do Conselho Deliberativo santista, José da Costa Teixeira, que não havia mesmo dinheiro para nada.

"Mas, então, vamos jogar só para não cair?", Leão perguntou.

"Exatamente, para não cair", foi a resposta."

Marcão disse...

Se o meu time estivesse na zona de rebaixamento ou bem perto dela em praticamente toda a segunda metade da série A, e no final confirmasse o rebaixamento, aí sim seria piada (como foi, e continua sendo, com certo clube da capital paulista). De qualquer forma, para qualquer time que se considera "grande", liderar e faturar o título da série B é mais do que obrigação.

Ah, e sobre o Adriano: por 16 gols em 27 jogos, pela atração de torcedores ao estádio, pelo aumento da venda de camisas, de produtos do clube e da exposição na mídia aqui e no exterior, sem contar que levou um time bem limitado à semifinal do Paulista e às quartas da Libertadores, TÁ DE MUITO BOM TAMANHO!

Grazie, Internazionale!