Destaques

sexta-feira, março 13, 2009

Ronaldo Gordo escorrega na banana novamente

Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Facebook

Depois do nebuloso episódio dos travestis, Ronaldo Gordo, em sua fase inicial e idílica com o Corinthians, voltou a escorregar na banana. Ontem, durante a gravação do programa "Altas Horas", do intragável apresentador Serginho Groisman, na Globo, uma pessoa da platéia perguntou ao jogador:

- Sexo antes dos jogos faz bem ou prejudica o desempenho do atleta?

E o Gordômeno respondeu, de forma inacreditável:

- Não é bom se cansar. Na dúvida, melhor ser passivo.

Alguém falou em "bambi" por aí?

11 comentários:

Anselmo disse...

na versão do Lance a fala é bastante diferente:

"Idolatrado pela jovem plateia, o Fenômeno não fugiu das perguntas. Nem mesmo quando foi questionado se relação sexual antes de uma partida de futebol atrapalha.

– Quanto tempo antes? (risos) – devolveu o camisa 9 do Timão. – Agora, falando sério, acho que não dá nada e não interfere no desempenho. Não tem estudo comprovando que tenha alguma restrição. Na dúvida, pode ser passivo (risos) – completou o jogador."


A não ser que o "(risos)" tenha sido generosidade do repórter, não existe menção a "Não é bom se cansar."

Glauco disse...

Para de perseguir o rapaz... Deixa o Ronaldo ironizar!

Maurício disse...

Será que tem alguém não querendo entender ironia?
Não haverá diferença entre uma piada e uma gafe?
São questões que eu desconfio que até o público do Serginho Groisman é capaz de responder.

Marcão disse...

Considerando que nem o Lance e nem a Folha merecem credibilidade irrestrita, a versão do segundo periódico, em matéria de Paulo Sampaio, é:

"É, quer dizer, acho que não dá nada...Não tira nada...Mas vocês dizem quanto tempo antes? Muito antes?...Não é bom se cansar. Na dúvida, melhor ser passivo...".
(Caderno Esporte pág. D2)

O que é possível perceber (e essa é a leitura mais comum na repercussão do episódio) é que o Gordo tentou dizer que, "na dúvida, é melhor não fazer nada" - ou seja, ele confundiu imobilidade com passividade. Foi uma confusão de vocabulário, que, no caso dele, pegou muito mal.

Maurício disse...

Quanta incerteza travestida de certeza, diria o Ronaldo, mostrando discretamente os dentes.

Victor disse...

Mais para gafe que para ironia.

E vindo de quem veio...

Sartorato disse...

Vim aqui pra dizer justamente que a versão do Marcão tinha saído da Folha. A mim só interessa se o gordo, passivo ou ativo, continuar salvando o corinthinha das cagadas de Felipe e companhia.

Nicolau disse...

Bruno B. Soraggi fez cobertura especial do Altas Horas para o IG e concorda com a leitura do Marcão: "Outras, porém, o pegaram de surpresa. “Fazer sexo antes do jogo atrapalha?”, questiona um rapaz. “É... Quer dizer... Acho que não dá nada... Nem tira nada...”, responde com o falar manso. “Não é bom se cansar. Na dúvida, é melhor ser passivo”, conclui. Frase errada. No mesmo instante começam burburinhos relacionando a resposta ao infeliz episódio com travestis. Jovens não perdoam, Ronaldo."

Eu concordo com o Sartorato: as posições e práticas preferenciais dele (e qualquer outro jogador) na alcova não têm a mais pálida importância. Só quero saber se o cara está jogando bem ou mal.

Outra coisa: o cara vai essa semana no Altas Horas e no Caldeirão do Huck. Seria uma boa dar um tempo nas relações globais. Não por conta das psicóticas teorias da conspiração sobre influências dentro de campo, mas considero importante o clube (e seus jogadores) tratarem de forma igual os meios de comunicação.

Marcão disse...

Deixa o De Marcelo defender em paz, Nivaldo!

Maurício disse...

Que papel ingrato este de defensor de gordo boiola: mas que pelo menos se dê ao Ronaldo o benefício da dúvida (na dúvida) - que neste caso é muito mais crível do que no do encontro com os travestis. Logo deve sair no YouTube, mas eu acho que ele foi irônico.

Maurício disse...

Minha conclusão desta história você vê aqui .